Pessoas inspiradoras

Pai herói, que disputou mais de 1000 corridas junto com o filho tetraplégico, morre. O fim de um grande legado!

Além de um ótimo corredor, esse homem foi um grande pai. Sua missão não será esquecida!



O vínculo entre pais e filhos é algo poderoso, que vai muito além do que podemos explicar. Dá origem a grandes momentos de amor e cumplicidade, que se mantêm vivos em nossas memórias, mesmo quando não estamos mais fisicamente próximos a essas pessoas.

Dick Hoyt foi um desses pais exemplares, que fez questão de estar presente na vida do filho, com o qual criou história. O famoso corredor da Maratona de Boston, nos Estados Unidos, é pai de Rick, um homem tetraplégico, para quem sempre fez questão de ser um grande exemplo.

Segundo apurado pela NBC Boston, Dick e Rick disputaram mais de 1.000 corridas juntos, 32 vezes apenas na Maratona de Boston. A primeira corrida juntos foi em 1980 e a última, em 2014. Eles também chegaram a cruzar o país de bicicleta.

Durante as corridas, Dick empurrava a cadeira pela qual o filho se locomovia, criando cenas de muito amor e união, que ficarão gravadas na memória de muitas pessoas, já que eram os favoritos dos torcedores.

No último dia 17, infelizmente, Dick faleceu, aos 80 anos de idade, em sua casa. Segundo Russ, seu outro filho, a causa da morte foi insuficiência cardíaca congestiva.


Sua morte foi comunicada pela Associação Atlética de Boston (BAA). Na publicação, compartilhada em seu perfil no Twitter, a BAA disse que Rick não era apenas um favorito dos fãs, mas também um amigo muito legal e um pai que se orgulhava de estar ao lado do filho.

Também acrescentou que o corredor era “único” e mantinha sua família e amigos em suas orações e pensamentos.


Direitos autorais: reprodução Twitter/@BAA.

A influência e o carinho por Dick e Rick pela da população é tão grande que, em 2013, uma estátua foi erguida em sua homenagem em frente a uma escola, em Hopkinton, que fica perto da linha de partida da Maratona de Boston.

Direitos autorais: reprodução Twitter/@BAA.

Segundo o NY Times, Rick serviu na Guarda Nacional do Exército e na Guarda Aérea Nacional, por 37 anos. Após a fama por conta das corridas ao lado do filho, ele inspirou muitas pessoas e se tornou um orador, dando até 100 palestras por ano.

Durante toda a sua vida, Rick construiu um legado de muito amor e cumplicidade paternos. Ele elevou o filho além de todos os preconceitos e mostrou que é possível conquistar grandes coisas através da união e do apoio. Ele nunca será esquecido!

Por mais pais como Dick!


Compartilhe o texto em suas redes sociais!

“Ninguém me parabenizou pela chegada da minha filha”, relata mãe de criança especial

Artigo Anterior

Pai viraliza com publicação de agradecimento à padastro: “Obrigado por cuidar da nossa filha!”

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.