Pessoas inspiradoras

Para comemorar o aniversário de 15 anos, menina distribui comida nas ruas com ajuda da PM

Laura distribuiu cerca de 50 marmitas para pessoas em vulnerabilidade social. Decidiu fazer isso como forma de comemorar seus recém-completados 15 anos.



Ajudar o próximo é uma atitude que contagia quem está por perto. Coisas simples, como atravessar a rua, ouvir o que o outro tem a dizer, oferecer um sorriso, um ombro ou mesmo coisas de valor, o que importa é tentar se conectar com quem precisa.

Fazer parte de ações sociais, doar dinheiro ou participar de mutirões são formas que os indivíduos têm de se engajar na própria comunidade, mostrando o impacto e o valor do bom exercício da cidadania.

Não existe idade quando o assunto é lutar contra a desigualdade social. Por mais que saibamos que ajudas pontuais não resolvem o problema da população vulnerável, nunca podemos esquecer que quem tem fome tem pressa. É preciso ajudar hoje, alimentar famílias, que incluem crianças muito pequenas, em que todos passam necessidades graves, privadas de seus direitos mais básicos.


Direitos autorais: reprodução/SSP.

Em Salvador, na Bahia, a jovem Laura Alvarez deu um bom exemplo do quão importante é conhecer a realidade da própria comunidade e se importar com o bem-estar de todos. Moradora do bairro Daniel Lisboa, segundo reportagem do Jornal Correio, a jovem recebeu apoio da 12ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Rio Vermelho) para distribuir 50 marmitas à população que mais precisava.

O ato solidário foi em comemoração aos seus 15 anos e chamou a atenção de muitas pessoas, já que a jovem preferiu trocar festa ou presente pela compra das quentinhas. A Secretaria da Segurança Pública (SSP) informou que a comida foi entregue nas regiões do Rio Vermelho, Aquidabã e bairros próximos, à população em situação de vulnerabilidade social.

Direitos autorais: reprodução/SSP.


Laura explica que não dispõe de dinheiro em excesso, mas que o pouco que tem pode ser compartilhado com quem precisa. Para ela, a importância do ato está em fazer o outro sorrir, muito mais do que oferecer comida e brinquedos, já que isso demonstra que ela está se sentindo especial e assistida.

O melhor agradecimento que pode receber é justamente perceber a felicidade nas pessoas. A aniversariante foi quem entrou em contato com a CIPM, pedindo apoio para ajudar as pessoas que passam por necessidades básicas, como explica a comandante da unidade, major Erika Patrícia Silva.

A oficial ainda explica que todos ficaram muito felizes em participar de uma ação tão importante, principalmente no atual momento, porque uma menina tão jovem demonstrou interesse em ajudar os indivíduos ao redor.

A tropa decidiu retribuir a ação da jovem com um bolo para comemorar seus 15 anos e desejou muita saúde e prosperidade a ela. Laura agradeceu a atitude dos oficiais e tenta demonstrar o tamanho da gratidão por ter tantos privilégios. Para ela, ajudar e fazer o bem às pessoas vítimas da desigualdade social não faz mal a ninguém, e tem o sonho de que mais cidadãos ajudem, doando o que podem.


Pai leva menina às compras após sua filha praticar bullying com ela por sua forma humilde de se vestir

Artigo Anterior

Os 3 signos mais interesseiros. Eles só te procuram quando precisam de alguma coisa!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.