Pessoas inspiradoras

Para sobreviver em outro país, ela começou vendendo churros e hoje é uma executiva de sucesso!

Capa Para sobreviver em outro pais ela comecou vendendo churros e hoje e uma executiva de sucesso

Ela chegou sem documentos aos Estados Unidos, transformou sua realidade e hoje ajuda pessoas que estão na mesma situação em que ela se encontrava no passado!



Julissa Arce é um grande exemplo de superação. Essa mexicana soube aproveitar a oportunidade que a vida lhe deu. Saiu da pobreza e hoje tem renome como executiva, escritora e ativista.

Quando temos contato com pessoas que passaram por experiências complicadas e as superaram, cresce dentro de nós um sentimento de esperança e força. A vida não é fácil para a maioria dos que estão neste mundo, e ver que o esforço vale a pena é de grande incentivo.

É ainda mais fascinante observar uma mulher chegar a um patamar tão alto profissionalmente. Os sacrifícios que fazemos por vezes nos tornam cansadas e aflitas, mas reconhecer uma representante que superou os obstáculos e cresceu é revigorante para nossa caminhada.


Uma mulher no mundo dos investimentos é algo que está se tornando comum, mas ainda assim é um campo dominado majoritariamente por homens.

Julissa quebrou paradigmas e hoje é reconhecida como executiva de Wall Street! Ela começou a trabalhar para empresas de classe mundial, chegando a ocupar o cargo de vice-presidente!

2 Para sobreviver em outro pais ela comecou vendendo churros e hoje e uma executiva de sucesso

Direitos autorais: reprodução Instagram/@julissaarce.

No vídeo da entrevista ao Telemundo, ela contou sua trajetória de vida. Chegou aos Estados Unidos aos 11 anos e, aos 14, iniciou sua jornada. Recorreu à venda de churros para ajudar no sustento da família, o que serviu de inspiração para ela.


Ela usou o dinheiro desse emprego para custear seu futuro, para seguir seus sonhos e financiar os custos universitários. Ficou por muito tempo nessa função, mostrando que o esforço e dedicação um dia valeriam todo o seu sacrifício.

Julissa conta que teve oportunidade de subir na vida, coisa que não acontece com todos, infelizmente, e viu que muitas pessoas passaram pela mesma situação. Estar ilegalmente em um outro país é assustador, e antigamente não era falado de forma tão aberta. Hoje a rede de apoio é maior, porque há mais pessoas para ajudar e saber quem está passando por esse momento, contou.

Ela comemora o fato de poder contar sua história e prestar auxílio para quem necessita. Fundou uma organização chamada Ascend Educational Fund (AEF) que auxilia imigrantes ilegais, sem documentos, a terem estudo, reforço escolar e oportunidades de progredir e se tornarem cidadãos legalizados.

3 Para sobreviver em outro pais ela comecou vendendo churros e hoje e uma executiva de sucesso

Direitos autorais: reprodução Instagram/@julissaarce.


Sua história de vida a fez escrever dois livros, contando sua trajetória de sucesso, tornando-se um modelo para muitos! Essa lição que Julissa nos dá é muito importante para que não julguemos aqueles que se esforçam. Trabalhar vendendo churros não foi motivo de vergonha, aliás, foi o que a fez crescer e se transformar numa mulher evoluída, benevolente e grata!

O que achou desse relato? Conhece alguma mulher inspiradora igual à Julissa?

Comente e compartilhe em suas redes sociais!


“Estarei sempre aqui”, diz Luciana Gimenez ao se declarar para seus filhos em rede social

Artigo Anterior

Aos 81 anos, Tina Turner se despede dos palcos em grande estilo. Uma mulher fascinante!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.