Pediatra constrói posto de saúde para atender crianças carentes no Ceará



A medicina é uma profissão incrível, que permite colocar em prática todo o amor e dedicação ao bem-estar do próximo, e alguns médicos levam sua missão para muito além dos hospitais. Eles fazem, como seu objetivo de vida, o de levar dignidade e saúde para a população, independentemente de onde estejam e de quais os recursos disponíveis.

Essas pessoas entendem que a vida do outro importa, e fazem sempre mais do que a sua “obrigação”, não abandonando milhares de vidas que parecem ser esquecidas pelo mundo ao seu redor.

Graças a médicos assim, muitas pessoas que moram em regiões isoladas ou esquecidas do mundo, podem zelar por sua saúde e qualidade de vida.

O pediatra Jaime Andrade é um desses médicos que fazem a diferença na vida da comunidade. Ele decidiu fazer sua parte para ajudar as pessoas do Ceará, construindo um posto de saúde em um distrito do município de Amontada, a 168 km de Fortaleza, com o objetivo de facilitar o acesso à saúde de crianças e adultos que antes precisavam viajar até o posto de saúde do município para se consultar.

“Para o indivíduo ser feliz, ele precisa estar bem. Nessa comunidade maravilhosa, a gente está desenvolvendo o nosso trabalho, a nossa parte. E querendo que cada dia cheguem mais pessoas para trabalhar”, disse Jaime à TV Jangadeiro.

O projeto de Jaime foi nomeado Aprendendo a Pescar, e em cerca de um ano já beneficiou aproximadamente 3.200 crianças, além de seus pais, que o médico também consulta, apesar de ser especializado em pediatria.

A comunidade do distrito de Moitas ajuda o médico a organizar os atendimentos e se mostra sempre muito grata por sua iniciativa.



“Quando as crianças estavam doentes, era muito difícil. A gente tinha que se deslocar muito longe”, comentou uma mãe. “Esse projeto é uma bênção!”, disse uma mãe moradora do distrito.

Jaime é muito dedicado à comunidade, e muitas vezes atende inclusive estando de folga, o que mostra que o seu projeto é realmente motivado pelo desejo de ajudar, de fazer o bem para o outro. 

“A palavra que me vem no momento é gratidão, por tudo aquilo que ele faz. Não é todo mundo que tem o coração que ele tem”, comenta uma voluntária do projeto.

Uma atitude muito bonita, que merece ser compartilhada e incentivada.Comente abaixo o que você achou do projeto, e compartilhe esse grande exemplo com seus amigos!



Direitos autorais das imagens utilizadas no texto: TV Jangadeiro/Reprodução






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.