Pessoas inspiradoras

Poder feminino! Edina Alves se torna a primeira árbitra de um jogo masculino da Fifa!

Capa Poder feminino Edina Alves se torna primeira arbitra mulher de um jogo masculino da FIFA

A brasileira atuou na partida de 7 de fevereiro e, juntamente com outras duas representantes, formou o trio 100% feminino em um jogo profissional.



A capacidade da mulher vai além do que imaginamos, não existe impossível! A cada dia, mais representantes femininas estão alcançando patamares altos. Antigamente, o preconceito e o machismo nos colocavam em posições submissas, e certas profissões simplesmente não nos aceitavam para exercê-las!

Isso sempre ficou muito claro em segmentos em que a maioria era de homens. No ramo dos esportes, o futebol é clássico. Quando as mulheres adentraram esse mundo, foram recebidas da pior maneira possível. Descredibilizaram-nas, duvidaram da sua capacidade de comandar uma partida masculina e desrespeitaram-nas.

Porém, esse cenário vem mudando, de uns tempos para cá, e isso mostra o quanto o papel das mulheres pode ser encaixado onde elas quiserem.


A trajetória de Edina Alves Batista é muito bonita e um exemplo de superação e inspiração. Ela chegou ao nível de outra grande árbitra, Silvia Regina de Oliveira, uma das primeiras mulheres a arbitrar um jogo na elite do futebol brasileiro.

Silvia hoje é funcionária da CBF e contou ao site do Globo Esporte o quanto ficou feliz em ver outra representante feminina ocupando esse espaço.

2 Poder feminino Edina Alves se torna primeira arbitra mulher de um jogo masculino da FIFA

Direitos autorais: reprodução Instagram/@arbitraedna.

Outras mulheres já estiveram em equipes de arbitragem, mas Edina foi a primeira a comandar um jogo masculino profissional da Fifa!


Seu nome já está impresso na história do futebol. Ela conquistou seu espaço com muito esforço, trabalho e suor. Não deu ouvidos aos preconceituosos e, com a garra feminina, veio vencendo todos os obstáculos para chegar à grandiosidade que é hoje! Ela é membro do quadro internacional da CBF, atuando no Mundial de Clubes da Fifa.

Não basta ser mulher, tem de ser brasileira! Em 2019, compôs um trio 100% brasileiro para atuar na Copa do Mundo Feminina, na França. Isso nos mostra como o nosso poder e persistência nos levam a realizar nossos maiores sonhos! Ela publica, em seu Instagram, o orgulho de trabalhar como o maior desejo de sua vida.

3 Poder feminino Edina Alves se torna primeira arbitra mulher de um jogo masculino da FIFA

Direitos autorais: reprodução Instagram/@arbitraedna.

Essas histórias nos dão coragem, vigor e entusiasmo para seguir nossa trajetória. Foi-se o tempo em que mulher era considerada menos capaz que homens, acabou aquela ideia de que só temos certas habilidades e nossa capacidade não é suficiente para fazer parte de determinados assuntos.


Hoje em dia, mulheres podem exercer a profissão que quiserem, estar onde quiserem. Nosso poder é imensurável. Nunca duvide da sua força e perseverança!

O que achou dessa bela história? Conhece alguma mulher inspiradora?

Comente e compartilhe este texto em suas redes sociais!


Nossa Senhora de Lourdes intercederá pela sua família hoje! Faça esta poderosa oração!

Artigo Anterior

6 atitudes que mantêm você ao lado de quem não a merece. Esteja alerta!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.