publicidade

Policial adota menininha que consolou durante serviço. Deu a ela uma nova família!

Que história incrível! Ao perceber que a menininha não estava sendo bem tratada em seu lar, ele e a família se ofereceram para cuidar dela, e agora são muito felizes juntos!



A adoção é algo muito importante na vida de uma família. A chegada de uma nova criança ao ambiente traz uma responsabilidade muito grande, tanto no aspecto financeiro quanto no emocional, por isso é necessário que todos os envolvidos estejam realmente preparados, para que possam oferecer o melhor tratamento para ela.

No entanto, em alguns momentos, o desejo de adotar uma criança também pode surgir repentinamente no coração de uma pessoa, depois de vivenciar uma experiência emocionante, que despertou o desejo de cuidar de quem realmente precisa.

Foi isso o que aconteceu com Brian Zach, tenente do Departamento de Polícia de Kingman, Arizona, nos Estados Unidos, que recentemente se tornou oficialmente pai adotivo da pequena Kaila, de 4 anos, junto com a sua esposa, Cierra.

Tudo começou em março de 2018, quando Brian e seus oficiais receberam um chamado para a casa da menina. Lá perceberam a realidade triste em que vivia. Kaila era vítima de abuso e não tinha a vida de amor, diversão e cuidados à qual uma criança tem direito. Os seus cuidadores receberam acusações criminais.


Zach contou ao Good Morning America que passou a noite toda com a menina. Eles comeram e brincaram juntos, até que os detetives levaram Kaila para o hospital.

Ele achou a menina muito fofa e, ao chegar em casa, disse à esposa que gostaria que ela fosse morar com eles e seus dois filhos. Ela concordou.

Direitos autorais: reprodução/GMA.

Como os serviços de proteção à criança não conseguiram encontrar colocação imediata para Kaila, tornou-se mais fácil para o casal começar o processo de adoção. Kaila foi, então, viver com eles.


Zach contou que ela chegou lá com apenas um copo com canudinho e uma sacola de roupas que não cabiam nela. No segundo dia, ela já estava chamando Cierra de “mãe” e, depois de algumas semanas, passou a tratá-lo como “pai”.

Desde então, a pequena tem estado com a família, e pouco a pouco foram construindo um vínculo poderoso de amor e união. No último dia 18 de agosto, após 30 meses de convívio, Zach e Cierra conseguiram adotar oficialmente Kaila, para alegria de todos.

O casal recebeu apoio nesse grande ato de amor. O chefe de polícia do Departamento de Polícia de Kingman, Rusty Cooper, disse ao portal de notícias que Zach tem compromisso e amor a Kaila, e que ele e sua esposa são pais incríveis.

Direitos autorais: reprodução/GMA.

Zach disse que algumas das paixões de sua mais nova filha são a escola, os animais, a dança e brincadeiras de faz de conta. Ele acrescenta que Kaila é cômica e espirituosa.

Para as famílias que estão considerando a possibilidade de adoção, o policial as encoraja a não ter medo do processo, porque vale a pena.

Que especial! É possível perceber pelas imagens que a família parece muito feliz junta. Desejamos a todos muita união, amor e alegria!

Compartilhe este final feliz com os amigos através das redes sociais!

Baixe o aplicativo do site O Amor e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Amor. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.