Pessoas inspiradoras

Quilombola é aprovado em 1º lugar para Medicina na Universidade Federal do Sergipe!

O jovem conquistou a medalha de bronze na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas, que abriu seus caminhos para outras oportunidades.



O sonho da faculdade é algo que muitos jovens e adultos perseguem. A vontade de começar uma profissão ou mesmo seguir carreira acadêmica é capaz de virar realidade para muitas pessoas.

Uma das principais formas atuais de ingressar na faculdade no Brasil é através do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), prova capaz de aferir os conhecimentos dos candidatos.

No nosso país, uma das maiores vantagens em fazer uma graduação é a possibilidade de não precisar investir dinheiro nela. Isso porque, ao contrário de muitas nações, as melhores instituições de ensino superior são públicas. A disputa para entrar em um curso pode ser acirrada, fazendo com que apenas os jovens que frequentaram escolas no ensino médio de alta qualidade consigam garantir sua vaga.


Esse tipo de acesso restrito das elites acabou gerando insatisfação na maioria da população que, sem dinheiro para pagar as instituições privadas, não conseguiam entrar no ensino superior por não terem frequentado escolas da elite durante o ensino médio.

Essa ainda é uma realidade, fazendo com que a graduação pública seja mais frequentada pelas elites e classe média brasileiras do que pelas classes mais pobres.

Toda vez que nos deparamos com a notícia de que um jovem (ou adulto) de origem humilde conseguiu entrar na faculdade pública, e em uma ótima posição, sentimos necessidade de comemorar. Isso acontece basicamente porque sabemos das dificuldades que os jovens das classes mais baixas enfrentam para conseguir uma vaga na universidade pública.

Muitos precisaram conciliar trabalho e escola, outros não tinham o que comer, e mesmo assim acreditaram na educação e tiveram esperança no futuro. O jovem Williston Augusto, de 18 anos, conseguiu justamente isso: ser aprovado em primeiro lugar em Medicina, na Universidade Federal de Sergipe.


Direitos autorais: reprodução/arquivo pessoal.

A vaga de Williston foi garantida pelas cotas para pretos, pardos e indígenas, uma ação afirmativa que tenta, de forma pontual, reduzir um pouco as desigualdades históricas entre colonizadores e colonizados. O jovem veio da comunidade quilombola Malhada dos Negros, que fica próxima à cidade de São Miguel do Aleixo, interior de Sergipe, onde ficou até os 5 anos.

Incentivado desde a infância a estudar e batalhar pelos seus sonhos, filho de uma professora e um lavrador, Williston sabia que precisava se esforçar mais do que todos, se quisesse garantir um caminho de sucesso.

Em 2015, enquanto cursava o 7º ano do ensino fundamental, ele conquistou o terceiro lugar na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP), recebendo uma menção honrosa no ano seguinte.


Direitos autorais: reprodução/arquivo pessoal.

Essa conquista fez com que algumas portas começassem a se abrir em seu caminho, ganhando duas bolsas de estudo para iniciação científica. Desde então percebeu a importância dos estudos em sua vida, podendo mudar totalmente sua realidade, fazendo com que encontre outras oportunidades em sua vida.

Mesmo sendo excelente nas matérias escolares, foi com as atividades interdisciplinares que começou a descobrir suas habilidades e objetivos.

Ele começou um clube chamado Um Ato de Amor, e distribuía alimentos para pessoas carentes, passou a participar de vários projetos de atividades sociais e também foi monitor em algumas matérias.


Sendo bom nas áreas de exatas e biológicas, Williston teve um pouco de dúvidas sobre qual curso escolher na faculdade, mas preferiu Medicina e colocar em prática sua habilidade e vontade de ajudar as pessoas. Alguns professores do ensino médio também o ajudaram a tomar essa decisão, já que sabiam muito bem que ele seria um ótimo profissional da área da saúde.

Além de entrar na faculdade em primeiro lugar, o jovem também se tornou o primeiro de sua cidade a ingressar em uma universidade pública. Que linda notícia! Esperamos que a trajetória de Williston seja de muito sucesso. Comente abaixo o que achou e compartilhe esta conquista nas suas redes sociais!

Pai solteiro adota 3 irmãos que foram colocados em abrigos 16 vezes. Ofereceu a eles um lar e amor!

Artigo Anterior

Família denuncia preconceito contra aluno de 11 anos após sugestão de trabalho com tema LGBT em grupo da escola

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.