“Respeite a fidelidade dos outros” – Texto viral de Fabrício Carpinejar

Conservar um relacionamento romântico nem sempre é fácil, as diferenças de criação, os conflitos da convivência e os pensamentos divergentes podem causar muito estresse e desgastar a relação, se ambos os parceiros não aprenderem a como conviver juntos.

Além desses problemas, existem também as influências externas, pessoas de fora que não respeitam a relação alheia e sempre buscam uma maneira de prejudicar o relacionamento de alguém em benefício próprio.

No entanto, aqueles que amam seus parceiros e são verdadeiramente comprometidos com eles, sempre encontram uma maneira de colocar essas pessoas em seu devido lugar, e valorizam a confiança e o amor de seu parceiro acima de qualquer gratificação instantânea.

Todos estamos sujeitos a passar por situações como essa. Uma pessoa que se interessa por nós nos chama e tenta nos convencer a deixar de lado por um momento a pessoa que amamos, para desfrutarmos de uma outra experiência ao seu lado.

Nessas situações, precisamos ter a firmeza de dispensar o convite e ensinar a outra pessoa a respeitar a nossa fidelidade.

Um relacionamento feliz, saudável e baseado na confiança mútua sempre será maior do que qualquer oferta temporária.

O poeta, cronista e jornalista brasileiro Fabrício Carpinejar passou por uma situação como essa recentemente e resolveu compartilhar a resposta que deu em sua rede social em forma de texto, como uma maneira de incentivar outras pessoas a se posicionarem quando forem abordadas por indivíduos que não respeitam seu relacionamento.

O título do texto é “Respeite a fidelidade dos outros”. Leia abaixo:

No Facebook, uma leitora elogia a sedução de minhas palavras e pede uma horinha comigo pessoalmente. Respondo que sou casado e muito feliz. Ela retruca que não há problema, que não é um impeditivo. Reforço a minha fidelidade e o quanto que não há sentido a sua insistência. Ela não desiste: propõe encontro, passa o número do celular e ainda fica provocando que dê provas de minha capacidade. Continuo direto, objetivo, seco: Não tenho olhos para outra mulher. Daí ela se sente ofendida, reclama que não precisava ser grosseiro e dispensá-la. Um pouco mais e me chamaria de fresco, de tolo, de covarde.

O que pretendo esclarecer é que nunca vou pôr em risco o amor verdadeiro de minha vida. Eu sei o quanto é raro e como foi custoso encontrá-lo. Não me esconderei em ambiguidades, não mentirei para agradar, não me envaidecerei com cantadas, não deixarei que uma estranha saiba algo que a minha mulher não sabe.

Mantenho orgulho de minha exclusividade. Ando em linha reta porque o meu coração guarda alguém em suas curvas.

Gostaria de declarar, com todas as letras, que a minha esposa é a pessoa mais importante de meus atos, a mais especial de meus gestos, a que mais admiro em meus devaneios. É a minha melhor amiga, a minha confidente, a minha cúmplice. Só com ela eu me divirto só de conversar. Só com ela eu me alegro só de existir. Só com ela um minuto longe de casa significa meses de saudade.

Jamais sacrificaria o que construímos. Já atravessamos momentos pungentes juntos, como o luto familiar, e não existe mau tempo que nos distancie. Somos inseparáveis na alegria e na tristeza, na doença e na saúde.

Dói apenas de pensar em magoá-la.

Fidelidade é agradecimento. Agradeço a cada dia por ela estar comigo. E a honrarei com a minha linguagem agora e sempre.

A publicação oficial de Carpinejar já está com mais 180 mil reações, com muitos comentários apoiando sua atitude.

Uma grande atitude, que demonstra amor e respeito por sua companheira acima de qualquer coisa. Que mais pessoas adotem o comportamento de Carpinejar!

Se você gostou, deixe um comentário abaixo e compartilhe o texto em suas redes sociais!



Direitos autorais da imagem de capa: Fabrício Carpinejar / Facebook





Deixe seu comentário