Show de bola! Messi doa R$ 5,5 milhões para pesquisas sobre o coronavírus

4min. de leitura

O recurso destinado pelo jogador Messi vai ser repassado a um hospital da Espanha e outro da cidade argentina de Rosário, onde o ídolo nasceu.



É tão bom vermos alguma pessoa famosa fazendo um gesto de caridade em nome do bem de toda a humanidade, não é mesmo?

Estamos tão acostumados a ver famosos na televisão, sob os holofotes ou entre multidões de fãs que, às vezes, até nos esquecemos de que são gente como a gente, que também têm sentimentos, dúvidas e muitos deveres a cumprir, como qualquer outra pessoa. A verdade é que ficamos tão impressionados com o talento de um astro do cinema, da música, por exemplo, que os colocamos num pedestal e os amamos basicamente pelo trabalho que eles desempenham na frente das câmeras.

Mas, por sorte, muitos deles se utilizam de toda essa visibilidade, influência e dinheiro para apoiar causas que podem beneficiar até mesmo pessoas que eles não conhecem. Um desses bons exemplos é o jogador Lionel Messi, que acaba de tomar uma atitude louvável para ajudar no combate à pandemia do novos coronavírus.


Messi, que já foi eleito o melhor jogador do mundo seis vezes, doou um milhão de euros para dois hospitais, um de Barcelona (Espanha) e outro da cidade argentina de Rosário, onde o ídolo nasceu. O montante equivale a cerca de R$ 5,5 milhões.

Apesar da ação de valor astronômico, que muito possivelmente poderia aumentar o assédio da imprensa ao jogador, Messi foi humilde e preferiu não comentar o assunto em suas redes sociais.

Uma das instituições, o Hospital Clínic de Barcelona, confirmou a doação e agradeceu em suas redes sociais o compromisso e apoio do jogador na luta contra a doença.

Ainda conforme o portal Globo Esporte, a outra instituição beneficiada foi o Hospital Provincial de Rosário. O dinheiro, sem dúvida, fará diferença nas pesquisas sobre o coronavírus neste momento em que do que mais precisamos é justamente união.


A pandemia tem desafiado pesquisadores da medicina em cada país onde faz novas vítimas, isso porque, além de ser uma doença que se alastra muito facilmente pelo ar ou por superfícies de uso comum, por exemplo, seu vírus nunca foi estudado no cenário acadêmico.

O novo coronavírus é um vírus completamente novo, sem precedentes na história médica e, consequentemente, ainda não tem cura.

Portanto, o tratamento de pacientes com a enfermidade tão devastadora ainda depende de meses de estudos, testes e da boa vontade de pessoas, como o jogador.

São atitudes como essa que nos ajudam a ter esperança na humanidade e fazem valer a pena a nossa admiração por essas estrelas mundialmente conhecidas.

Você também é fã do jogador?

Então deixe a sua opinião nos comentários e compartilhe esta história nas suas redes sociais.

 

Texto escrito com exclusividade para o site O Amor. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos. Direitos autorais da imagem de capa: reprodução Facebook/Hospital Clínic de Barcelona.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.