publicidade

Walmart e Amazon contratam 250 mil funcionários demitidos em meio à pandemia!

As empresas viram o movimento aumentar devido à grande demanda e decidiram buscar profissionais dos setores mais afetados pela crise causada pela doença.



Na contramão das demissões resultantes da crise gerada pela pandemia do novo coronavírus, a rede de supermercados Walmart e a Amazon, empresa de tecnologia, está contratando justamente os profissionais dispensados durante a quarentena para atuarem em suas unidades.

A gigante do setor supermercadista anunciou que pretende contratar 150 mil funcionários adicionais para trabalharem temporariamente em suas unidades e centros de distribuição. Em comunicado, justificou que as novas contratações são necessárias, tendo em vista o aumento na demanda em suas lojas.

Apesar das recomendações de quarentena, os supermercados estão sendo mantidos abertos, na maioria das cidades, por pertencer ao grupo de serviços essenciais à população.

Conforme o site Money Times, o processo de seleção do Walmart, que inicialmente duraria duas semanas, foi reduzido para apenas um dia, e os novos contratados serão empregados até o final de maio. No entanto, a empresa já garantiu que alguns funcionários podem ser efetivados, pois muitas das funções serão convertidas em permanentes.


Para agilizar o processo de contratação, a rede procurou os setores de hotelaria com o objetivo de empregar justamente os profissionais desses ramos que estejam sendo demitidos.

Contudo, a empresa não está preocupada apenas com as novas contratações, mas também com os seus funcionários mais antigos, tanto que planeja pagar 550 milhões de dólares em bônus aos seus funcionários de longa data. O montante equivale a cerca de R$ 2,75 bilhões.

Ou seja, mesmo com a crise, o Walmart está fazendo a sua parte para garantir que ninguém fique sem uma fonte de renda, ainda mais neste período tão delicado.


Nos Estados Unidos, a preocupação da marca também se estende aos seus clientes. A rede restringiu o horário de funcionamento, abrindo suas lojas às 7h e fechando-as às 20h30. Uma hora antes da abertura, porém, o atendimento é exclusivo para idosos, já que eles integram um dos principais grupos de risco.

Amazon

Outra grande empresa de tecnologia que também está com contratações a todo vapor é a Amazon. Como o carro-chefe da marca são as vendas online, a empresa viu seus pedidos aumentarem exponencialmente, pois os consumidores não devem sair de casa enquanto durar a quarentena.

Diante desse panorama, a empresa também precisou reforçar o quadro de funcionários que atuarão nos armazéns e nos processos de entrega de produtos através do site da empresa. Só nos Estados Unidos, 100 mil novos funcionários já foram contratados!

É revigorante ver duas empresas tão conceituadas fazendo o que é certo para não deixar centenas de famílias sem dinheiro e passando fome por causa da pandemia provocada pelo novo coronavírus. Em meio ao caos, esses trabalhadores estão encontrando a chance de um novo recomeço.

Deixe o seu comentário e compartilhe este artigo em suas redes sociais!

 

Texto escrito com exclusividade para o site O Amor. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos. Direitos autorais da imagem de capa: reprodução.

Baixe o aplicativo do site O Amor e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Amor. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.