O que você faria se tivesse mais tempo?

4min. de leitura

Mais importante do que “administrar o tempo” é escolher bem aquilo que você quer fazer com o seu tempo.



O tempo está aí, a nossa disposição.  Pessoas que reclamam da falta de tempo é por não conseguir – muito provavelmente –, “administrá-lo” a seu favor.  Conheço bem isso! Ou seja, organizar o seu tempo com coisas que realmente são importantes e que façam diferença na sua vida.

Trabalhei em uma empresa em que os meus horários para lazer, família, relacionamento e saúde eram absolutamente escassos. Na prática, eles quase não existiam. E quando surgiam eu não conseguia aproveitá-los devido ao meu esgotamento físico e mental, para dizer o mínimo.

A falta de tempo era algo que me incomodava tanto, a ponto de me fazer pensar que eu não era suficiente capaz de “dar conta.”  Quando eu percebi que os meus pares – há anos na empresa – não eram casadas, nem tinham filhos por exemplo, acendeu uma luz de alerta.


Eu, que tinha filhos pequenos, relacionamento e família, escolhi, justamente, investir meu tempo em algo que não combinava com os meus valores.  Mas, me dava alguma condição de pagar as minhas contas. Em meio ao caos e a dificuldade, percebi que as minhas escolhas me levaram a seguir aquele caminho.

Essas experiências me trouxeram uma nova consciência. Comecei a buscar alternativas para investir em mim, ganhar mais tempo e condição para sustentar meus filhos.  O processo não foi fácil, nem mesmo rápido (o que é muito relativo), mas trouxe oportunidades que jamais eu imaginaria se estivesse com o meu tempo comprometido (inclusive mentalmente).

Sabemos que a vida tem um determinado tempo. E isso tem a ver – em grande medida – como você cuida da sua saúde física, mental e espiritual.


A pergunta: O que eu faria se eu tivesse mais tempo? me motivou a rever os meus valores, conceitos e padrões mentais. “Me demiti” daquela vida, para então, começar a criar uma nova realidade.

Criei uma vida que hoje me possibilita administrar o meu próprio tempo, criar o meu trabalho, acompanhar o desenvolvimento dos meus filhos, viajar com o meu marido, aprimorar o nosso relacionamento, estudar e crescer.

Esse é um processo diário e constante. O que me faz lembrar, o que nós fazemos com o nosso tempo ou permitimos que os outros façam com ele é total responsabilidade de cada uma de nós. Portanto:

tempomulher

1. Ouça: Sua própria voz.  Quando fazemos aquilo que amamos, o tempo parece adquirir uma dimensão maior.

2. Organize-se: Quando realmente desejamos alguma coisa, encontramos meios de incluí-la em nossa vida.  Organizar os pensamentos faz diferença, mas organizar a vida externa como: gavetas, armários etc irá lhe dar um senso de organização, além de, evitar gastar tempo e energia procurando coisas “perdidas”. Disciplina e organização são a base para reestruturação.

3. Concentre-se: Na mudança que você quer fazer para incluir mais tempo para você. Pesquise, leia, converse com pessoas que passaram por isso, inspire-se!

4. Pense: O que você pode fazer agora para alinhar os seus reais valores e criar mais tempo para fazer aquilo que ama?

É hora de começar a viver a vida que você sempre imaginou!

Cristina Cipolla – Via: Mulheres Conectadas

 

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.