Hábitos saudáveis para viver 100 anos!

3min. de leitura

Os hábitos saudáveis do higienismo podem fazer você chegar aos 100 anos.

Conheça as dicas para uma vida longa:

Será possível vivermos 100 anos só mudando hábitos alimentares e adotando atitudes saudáveis? De acordo com os seguidores do higienismo, que pode ser entendido como uma ciência de qualidade de vida, tudo isso é possível e está ao alcance de todas as pessoas.



A receita do higienismo é simples: alimentos crus bem combinados entre si, ar puro, banhos de sol diários, atividade física moderada e atitude mental positiva. O psicólogo Fernando Carneiro Travi, um dos maiores nomes do higienismo no país, pensa da seguinte maneira: “A pessoa que morre doente é obrigada a entregar o corpo antes da hora, mas aquele que vive de acordo com as leis da natureza vai até o fim e morre saudável”.

habitos saudaveis

Para os higienistas, todas as doenças se resumem a uma: toxemia, que é uma “intoxicação resultante do acúmulo de toxinas no sangue”. Um câncer, por exemplo, seria a última tentativa do organismo de lidar com toxinas acumuladas durante anos de maus hábitos, restringindo a crise a um órgão. Assim podemos entender por que o higienismo é contra qualquer medicamento.


Crus e avulsos

Há três preceitos na “culinária” higienista. O primeiro é que 70% da dieta deve ser constituída de vegetais crus, que são plenos de enzimas e nutrientes. Assim, comida industrializada está fora, bem como carnes de qualquer tipo, ovos, frituras, café, açúcar, sal, farinhas refinadas, álcool, tabaco, tudo isso passa longe do ideal higienista.

O segundo princípio é saber combinar os alimentos. No higienismo, frutas são ingeridas separadamente, no mínimo trinta minutos antes das refeições, tomando-se o cuidado de não misturar frutas doces com ácidas. Carboidratos (batata, mandioca, arroz, macarrão e pão integrais) nunca são servidos junto com proteínas (castanhas, queijo fresco, coalhada).


Por fim, o terceiro mandamento higienista propõe que a gente só coma entre 11h e 20h, fazendo apenas duas refeições por dia – almoço e janta. Fernando Travi diz que, das 20h às 11h, o corpo está no período de “catabolismo”, onde ocorre “a quebra e a eliminação das substâncias tóxicas e células mortas”. Segundo o especialista, alimentar-se durante o catabolismo é fazer com que o organismo pare de eliminar toxinas para assimilar o que está sendo ingerido.

A grande lição do higienismo é que é possível conseguir um nível de energia maior do que o normal, e ainda comendo menos.

Via: vidasimples.abril.com.br

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.