Posturas de yoga para equilibrar chakras

10min. de leitura

Tradicionalmente o Yoga trabalha o alinhamento e o equilíbrio dos sete chakras principais, que se localizam na coluna. Cada um desses centros de energia é responsável por funções específicas do corpo e áreas de atuação na vida. São eles:



  • 1. Chakra Muladhara
  • 2. Chakra Swadistana
  • 3. Chakra Manipura
  • 4. Chakra Anahata
  • 5. Chakra Visuddha
  • 6. Chakra Ajana
  • 7. Chakra Sahasrara

Com a prática de Yoga, é possível levar equilíbrio e energia aos sete centros de energia do corpo, trabalhando-os progressivamente. Afinal, quando esses Chakras estão em desequilíbrio – por excesso ou falta de energia – as dificuldades aparecem, seja no dia a dia ou na prática de Yoga. Geralmente as posturas que menos gostamos de fazer são as que mais necessitamos trabalhar.

Poses para o Chakra Muladhara

Em geral, uma postura não trabalha somente um Chakra, mas sim vários. No entanto, existem os principais asanas, recomendados para cada centro de energia. Alguns asanas feitos em pé equilibram o Chakra Muladhara, localizado entre o centro do períneo e a base da coluna. Seu elemento é a Terra. Exemplos de asanas que equilibram esse Chakra: tadasana, malasana, vrikasana.

Como realizar o asana Tadasana:


1. Fique em pé, deixe as pernas juntas, com dedões dos pés, calcanhares e tornozelos se tocando.

2. Distribua o peso nas bordas externas dos pés, nos metatarsos (dos dedos pés) e por todo calcanhar. Depois, eleve o arco plantar – que é arco longitudinal, que corre pelo comprimento do pé.

3. Contraia suas coxas, elevando as suas patelas (osso frontal do joelho) e estenda os seus joelhos. Rotacione a parte superior das coxas para fora, traga seu cóccix para dentro, mas sem empurrar suas coxas para frente.


4. Eleve o seu centro do seu peito (osso externo), mantenha seus ombros distantes das suas orelhas e aumente o arco anterior dos seus ombros, observando que as dobrinhas das suas axilas anteriores desapareceram. Sinta que a parte inferior de suas escápulas (são as nossas “asinhas”, a parte inferior fica na direção da coluna lombar) estão penetrando nas suas costelas

5. Mantenha as curvas da sua coluna e deixe seu queixo paralelo ao chão.

6. Observe se seus calcanhares, tornozelos, pernas, quadril, coluna e cabeça estão na mesma linha.

7. Estenda os braços para baixo com as palmas voltadas para as coxas e os dedos juntos. É a postura inicial de todos os asanas em pé.


Poses para o Chakra Swadistana

Swadistana, o segundo Chakra, localizado na região dos órgãos sexuais, é representado pela cor abóbora e responsável pela sua sexualidade, sensualidade, emoções e intimidade; e áreas do corpo como pélvis, lombar, rim bexiga. Exemplos de asanas que equilibram esse Chakra: Badha Konasana, Gomukasana, Upavistha Konasana. Seu elemento é a Água.

Como realizar o asana Badha Konasana:

1. Sente-se no chão e pegue a parte posterior interna do seu calcanhar direito e traga o mais próximo possível para o centro do seu corpo (osso púbico, onde ficam os nossos órgãos sexuais). Faça o mesmo com o seu calcanhar esquerdo. Dessa forma, você irá unir as plantas dos pés.

2. Apoie as mãos ao lado dos quadris, deixando os cotovelos flexionados, sem fazer força nos braços e ombros. Nessa posição, você sentará em Badha Konasana.


Poses para o Chakra Manipura

O elemento Fogo é controlado pelo terceiro Chakra, o Manipura, que localiza-se no plexo solar. Sua cor é o amarelo e esse centro de energia é responsável pela autoestima e poder de transformação. Exemplos de asanas que equilibram esse Chakra: Virabhadrasana I, II e III. Sruya Namaskar I, Utkatasana.

Como realizar o asana Utkatasana:

1. Para executar esta postura, você deve primeiro começar com o “Tadasana”, ensinado acima.

2. Inspire e expirando eleve os braços pela frente do corpo, acima da cabeça. Mantenha os braços paralelos um ao outro. Seus braços devem ser mantidos no mesmo nível ou a frente de suas orelhas.

3. Expire e dobre os joelhos. Tente trazer as coxas o mais paralelo ao chão quanto possível. O tronco deve inclinar um pouco para a frente, sobre as coxas, até fazer um ângulo de 90 graus com a parte superior das coxas. Suas coxas devem estar paralelas entre si.

4. Permaneça nesta posição de 30 segundos a um minuto. Para sair da postura, você deve estender os joelhos enquanto expira. Depois, inspire e expirando, traga os braços para os lados de seu corpo, de volta para o asana Tadasana.


Poses para o Chakra Anahata

Anahata chakra é o quarto centro de energia do corpo, localizado no centro do peito, entre os mamilos, e é associado ao coração. Seu elemento é o Ar e é considerado o ponto de equilíbrio entre o mundo material e espiritual. Sua cor é o verde. Exemplos de asanas que equilibram esse Chakra: Trikonasana, Bujangasana.

Como realizar o asana Bujangasana:

1. Deite-se de bruços no chão. Estenda as pernas para trás, colocando peito dos pés no chão. Apoie suas mãos no chão embaixo dos seus ombros. Force seus cotovelos para trás, conta o seu corpo. Pressione o peito dos pés, as coxas e o púbis firmemente no chão.

2. Em uma inspiração, comece a estender os braços para levantar o peito do chão, indo até a altura em que você pode manter seus púbis e pernas no chão. Empurre o peito do pé contra o chão, mas não contraia as nádegas.

3. Mantenha a postura de 15 a 30 segundos, respirando facilmente. Volte para o chão com uma exalação.


Poses para o Chakra Visuddha

O Chakra Visuddha, localizado na garganta, é o quinto centro de energia do corpo e representa o éter. Ele revela a sua expressão, seja artística ou pessoal, é onde ressoa a verdade interior de cada um. Sua cor é o azul-céu. Exemplos de asanas que equilibram esse Chakra: Salamba Sarvangasana, Halasana, Jathara Parivartanasana.

Como realizar o asana Jathara Parivartanasana:

1. Deitado de costas, estenda seus braços para os lados (na altura dos seus ombros), com as palmas das mãos viradas para cima em uma posição T.

2. Inspire e expirando flexione os seus joelhos na direção do peito.

3. Inspire e expirando, traga ambos os joelhos para o lado esquerdo do seu corpo, realizando a torção da coluna região lombar. Leve os joelhos o mais próximo possível do cotovelo do braço esquerdo. Mantenha-se olhando para o teto. Os ombros devem ficar encostados no chão. Permaneça na postura de 30 a 60 segundos. Para voltar, inspire e expirando retorne os quadris à posição inicial. Repita o mesmo movimento para o outro lado.


Poses para o Chakra Ajana

O sexto Chakra, o Ajana, localizado acima e entre os olhos, simboliza nossa intuição e seu elemento é a luz. Está envolvido na criação e na percepção da arte e no reconhecimento do impacto das imagens. Exemplos de asanas que equilibram esse Chakra: Garudasana, Natarajasana, Padmasana, Yoga Mudra. Sua cor: Azul anil.

Como realizar o asana Vajrasana Yoga Mudra:

1. Fique de joelhos e una os joelhos e pés (o peito do pé deve estar apoiado sobre o chão) e sente-se sobre seus calcanhares. Flexione o tronco à frente e apoie a testa no chão. Agora estenda os braços para frente, apoie mãos, braços e cotovelos no chão. Respire normalmente.

2. Permaneça na postura de 1 a 3 minutos. Para retornar, traga as mãos embaixo dos ombros, empurre o chão com as duas mãos e desenrole a coluna vagarosamente, a cabeça é a última que sobe.


Poses para o Chakra Sahasrara

O último chakra, o Sahasrara, fica no topo da cabeça e é a nossa conexão com o espiritual. Seu elemento é o pensamento e sua cor o cristal. Exemplos de asanas que equilibram esse Chakra: Salamba Sirsasana, Yoga Mudra.

Como realizar o asana Yoga Mudra:

1. Deite-se com a barriga virada para o chão. Uma seus pés e pernas, apoie sua testa no chão, estenda seus braços para frente, com a palma da mão voltada para o chão. Respire pelo nariz lentamente.

2. Para retornar, traga as mãos embaixo dos ombros, empurre o chão com as duas mãos, sente-se sobre seus calcanhares e desenrole a coluna vagarosamente. A cabeça é a última que sobe.

A prática de asanas deve ser feita pelo menos duas vezes por semana. Varie sempre as posturas e respire pelo nariz durante a prática, não faça retenções.Lembre que o importante é se observar e, por meio disso, se aprimorar na vida pessoal e espiritual. Afinal, o excesso de rigidez e de complacência prejudica. Encontre seu caminho do meio, encontre o seu equilíbrio.

 

___

Fonte: Rádio Viva Zen

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.