Decidi renunciar a velhos hábitos, certas pessoas e tudo mais que atrasava a minha vida!

4min. de leitura

Minha vida mudou para melhor quando comecei a abrir mão de tudo aquilo que, mesmo me fazendo mal, eu mantinha.



Demorei muito para me dar conta de que, em determinadas situações, era eu mesmo quem estava atraindo as dificuldades para a minha vida. Eu culpava Deus, o destino, o Universo pelas coisas que não vinham dando certo. Sempre tentava encontrar algo ou alguém a quem culpar pelas minhas frustrações, pelos erros que cometi, sem me dar conta de que o verdadeiro culpado era eu mesmo.

Mas chegou um dia em que eu consegui ter um panorama sobre a minha vida e me dei conta de que boa parte dos fardos que eu carregava poderiam muito bem ser aliviados, se eu começasse a abrir mão daquilo que não me fazia bem, mas que por hábito eu mantinha.

Por que eu continuava próximo de pessoas tóxicas, sendo que eu não dependia delas para nada? Por que eu vivia insistindo em situações, amores, projetos que mais de uma vez não deram certo?


Esses foram só alguns dos questionamentos que eu me fiz e que me ajudaram a me dar conta de todo o sofrimento que eu estava causando a mim mesmo.

A partir daí, fiz um “limpa” na minha vida. Aos poucos fui, propositadamente, perdendo o contato com aquelas pessoas que não agregavam nada a mim, tarefa que não foi muito difícil, já que elas só se lembravam de mim quando precisavam de algo.

Abandonei velhos hábitos que só me faziam mal, mas que eu insistia em reproduzir. Má alimentação, rotina sem um minuto de pausa, descuido com minha saúde, tudo isso eu peguei, coloquei em uma caixinha imaginária e joguei no lixo.

Hoje sou mais feliz porque me cuido e priorizo a minha felicidade acima de tudo e de todos. Renunciei a esses velhos hábitos, afastei-me de certas pessoas, porque apesar de ter demorado muito, enfim, me dei conta de que era tudo isso que estava atrasando a minha felicidade, o meu sucesso e a minha paz de espírito.


Eu espero, sinceramente, que você ou qualquer outra pessoa que estiver passando por essa crise existencial consiga parar, olhar para dentro de si e refletir se parte das suas frustrações não são consequência da própria conduta. Recomeçar do zero nem sempre é um bicho de sete cabeças.

Carregamos dentro de nós a maioria das respostas para as nossas dúvidas, assim como a solução para grande parte dos nossos problemas.

Só precisamos ter calma e maturidade para avaliar o que deve ser mantido e aquilo que deve ser descartado para sempre.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.