4min. de leitura

Eu amo ficar sozinho(a) na minha casa e não vejo mal nenhum nisso!

Existe coisa melhor do que chegar em casa depois de um longo dia de responsabilidades e ficar sozinho, curtindo a própria companhia?


Poder estar com nós mesmos em nossos lares é um dos prazeres mais verdadeiros que podemos experimentar na vida. No entanto, aqueles que são adeptos a esse “estilo de vida” são frequentemente alvos de comentários desagradáveis dos que acreditam que a felicidade é apenas encontrada na rua e ao lado de outra pessoa.

Se você é caseiro e curte estar sozinho, certamente, ouve frases como: “desse jeito, você vai morrer sozinho” ou “se você sair e conhecer gente nova, com certeza sua vida ficará mais interessante.”

Estar sozinho não significa ser solitário

Esses comentários são muito comuns, mas nem sempre maldosos, eles estão baseados na crença popular de que a felicidade necessariamente precisa ser compartilhada. É assim que fomos criados, acreditando que todos os momentos da vida requerem uma companhia e que a felicidade não pode ser encontrada pelos “solitários”.


No entanto, isso não poderia estar mais longe da verdade. São muitas as pessoas felizes sozinhas, que adoram ficar em casa assistindo a filmes, lendo, brincando com seus animais de estimação.

Elas não precisam ir a festas todos os finais de semana ou viver grudadas em amigos e familiares para sorrir ou sentir-se gratas pela vida.

Para elas, a felicidade é um estado interno que é refletido para o exterior. Todas sabem que, se o seu interior estiver triste e infeliz, nada poderá mudar sua situação, não importa onde estiverem. Por isso, preocupam-se mais em cuidar de si mesmas, para que possam viver com a verdadeira felicidade dentro de si.


Precisamos mudar a crença de que ficar em casa sozinho é coisa de gente depressiva, que já desistiu da vida ou está doente. Curtir as nossas coisas, no nosso cantinho, sem os julgamentos e expectativas de pessoas próximas, é impagável. Poder fazer o que quisermos sem ter de dar satisfação a ninguém é a verdadeira liberdade.

Não há problema algum em gostar de ficar em casa sozinho – e realmente fazê-lo –, essa é uma escolha de pessoas emocionalmente fortes, que sabem que companhia não quer dizer felicidade.

O verdadeiro problema está naqueles pessoas que sentem a necessidade de julgar as escolhas dos outros e que estão a todo momento cercados de gente para disfarçar a solidão que sentem.

Ficar sozinho em casa nos permite conhecer mais sobre nós mesmos, fazer nossas atividades preferidas e estar em paz.

É uma escolha que deve ser menos condenada e mais praticada, porque reflete um coração seguro e um espírito tranquilo, duas coisas de que precisamos para ser verdadeiramente felizes.

Se você é uma pessoa que gosta de estar em casa, sozinha, não se arrependa, porque essa é uma grande virtude.

Se você também gosta de estar sozinho, comente abaixo, fale dos benefícios dessa escolha para a sua vida e não se esqueça de marcar os amigos!

 

Texto escrito com exclusividade para o site O Amor. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos. Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Amor: Jozef Polc/123RF Imagens.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.