Reflexão

“Eu não temo o silêncio. Quem me educou foi a solidão” (padre Fábio de Melo)

Capa Eu nao temo o silencio Quem me educou foi a solidao Padre Fabio de Melo

Saber usar o poder da pausa é usufruir da sabedoria e compreender o momento de se calar.



Ao refletir sobre nossa função como seres humanos, temos várias dúvidas, principalmente em relação às palavras que proferimos. O dom da comunicação é uma dádiva, mas o silêncio também pode ser uma bênção.

Estamos acostumados a viver num mundo muito rápido e dinâmico, e esquecemos que a alma trabalha na calmaria e tranquilidade. Saber entender a hora de desacelerar é um ato de amor consigo mesmo.

Padre Fábio de Melo nos presenteia com belos dizeres e nos faz sentir profunda ligação com Deus. Segundo sua sábia frase, ele fez uma publicação desse incrível ensinamento sobre o poder do silêncio. As pausas são muito importantes para darmos continuidade à nossa jornada. Precisamos parar para descansar. Só conseguimos entender nosso propósito, em silêncio. Deus fala conosco baixinho, dentro do nosso coração. Para que se escute, é necessário dar uma parada em todas as conversas e palavras que nos habitam.


Não precisamos ter medo da ausência do barulho. Dizer as coisas apressadamente nos coloca em situações difíceis de lidar. Mais vale um silêncio certo do que uma palavra errada. Precisamos não temê-lo, ele não é ruim ou maldoso.

É necessário nos demorar no que vamos dizer. Ao proferir palavras, temos que cultivar primeiro a semente do silêncio, ela germinará e frutificará sentimentos bons.

Um discurso banal contém palavras que podem machucar para o resto da vida. Machucam tanto quem fala quanto quem ouve. Preparar o que dizer nos livra do risco desnecessário de errar. Pessoas que têm sabedoria não a anunciam aos quatro cantos. Eles preferem a pausa.

O silêncio nos ensina, nos dá calma, nos prepara para qualquer atitude. Ficamos profundos e atentos para o que está por vir.


A quietude nos faz ouvir melhor o que Deus nos diz. A compreensão do significado do que nos acomete só é clara se dermos um tempo na agitação. Quanto mais rápidos somos, mais superficiais ficamos. E Deus não trabalha na superficialidade. Ele precisa entrar, em nosso íntimo, em nosso coração e alma. E isso só é possível se não formos pessoas rasas.

Quantas vezes dizemos e não somos compreendidos? A confusão toma conta da nossa oralidade, acabamos não construindo as palavras direito, e aí saem frases que dão margem para interpretação errada.

Por isso o silêncio é tão importante em nossas vidas. Principalmente diante de emoções fortes. Falar em momentos de raiva só causa mal-estar. Em momentos de tristeza, não percebemos a melancolia exagerada e passamos a não notar o bem que nos rodeia. Quando não aceitamos o silêncio, não conseguimos ouvir o outro. Não conseguimos nos ouvir.

A solidão não é uma vilã, ela é uma parte necessária para nosso autoconhecimento. É uma virtude. Que possamos aprender com o sossego que o silêncio nos traz. Deus está presente na serenidade e na tranquilidade. Acalme seu coração, que ele repousará em Nosso Senhor!


Gostou dessa reflexão?

Comente e compartilhe este texto com seus amigos, em suas redes sociais!

Aos 58 anos, Claudia Ohana comemora sua nova idade em alto-astral!

Artigo Anterior

Os homens destes 4 signos são os mais gentis no amor!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.