Reflexão

Fingir que está tudo bem, quando não está: um hábito devastador!

Capa Fingir que esta tudo bem quando nao esta um habito devastador

Entenda como esse costume pode piorar a sua condição emocional!



Temos uma regra social implícita, aprendida desde muito jovens: não demonstrar para os outros o que não nos fez bem, para não sermos julgados. Mas qual o benefício do fingimento? Se o outro não me aceita como sou, por que preciso me moldar a esse padrão?

Nosso ambiente nem sempre é agradável. É uma tática de autopreservação do ser humano, principalmente para não demonstrar suas vulnerabilidades. Em certo ponto, isso é considerável, mas o problema é quando vira hábito, passa a ser rotineiro. Negar suas emoções prejudica a sua experiência, seu desenvolvimento fica seriamente abalado.

Quando nos perguntam se estamos bem, aprendemos que responder sempre afirmativamente é uma cortesia dada ao outro. Ou fugimos do conflito. Falar do problema é doloroso, na maioria das vezes, por isso acabamos nos afastando do assunto.


É claro que você tem o poder de escolha. Não é sempre que se pode realmente falar sobre o que está sentindo, até porque, para que isso aconteça, é necessário estabelecer uma relação de confiança. Mas nos acomodamos em sempre fingir, e isso está acabando com a nossa sanidade mental.

Principalmente as mulheres! Nossas interações sociais são bem emocionais, quase sempre carregamos a dor do outro para que ele esteja confortável, e deixamos as nossas de lado.

Nem sempre somos sinceras por medo do que o outro vai pensar, já que somos constantemente julgadas.

Ao afastar a nossa realidade, prestamos um desserviço gigantesco à nossa mente. Assim não conseguimos resolver o que nos aflige, e isso passa a ser extremamente prejudicial, pois o que não resolvemos não desaparece. O problema fica lá, retornando todas as vezes, quando um gatilho acontece.


Quando você finge para o outro, mente para si mesmo. Damos sinais de que algo não vai bem. A reclamação é um deles. Quando reclamamos muitas vezes por dia, é óbvio que algo não está bem.

Fazer exercícios de autoaceitação ajuda muito! Coloque no papel tudo o que lhe desagrada e depois disso veja se essas situações estão no seu controle. Se sim, você pode mudar; se não, você pode apenas aceitar! Encarar a realidade pode ser doloroso, mas é crucial para que o problema seja resolvido e nunca mais volte!

Todos nós temos questões complicadas de resolver. Não existe alguém sem problemas. Não se cobre nem se julgue tanto! Viver de aparência é triste.

Aceite o que não pode mudar, aceite que haverá dias em que você não estará bem, e isso é normal. Ser uma fortaleza o tempo inteiro não ajuda ninguém. Olhe-se com mais carinho, você também é um ser humano que tem sentimentos.


Quando somos mais autênticos, estabelecemos relações mais sinceras e o outro também tem a liberdade de se abrir conosco.

O que achou dessa reflexão? Já passou por isso ou conhece alguém com esse comportamento? Conte-nos, queremos saber sua opinião!

Compartilhe este texto com seus amigos nas redes sociais!


Os homens destes 4 signos tratam suas mulheres como rainhas!

Artigo Anterior

Papa Francisco: “Se formos portadores de gratidão, o mundo também se tornará melhor”

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.