Reflexão

Mãe, fazer o melhor que pode é o suficiente. Não se compare, você é única para o seu filho!

A jornada materna é um eterno desafio, e você fazer o seu melhor é o ponto de partida para não se sentir culpada!



A maternidade precisa ser encarada como algo passível de erro e acerto. Uma mãe que ama seus filhos não falha com eles. Mesmo que erros aconteçam, são seres humanos, aprendem na prática.

Ser mãe não vem com receita de bolo. Cada realidade é diferente, vivências também. Não dá para padronizar. Mas a pressão da sociedade pesa tanto no coração, que as próprias mulheres não conseguem enxergar que estão fazendo um bom trabalho.

Mas, mães, vocês fazem o melhor pelos seus filhos, e isso deve ser evidenciado sempre! Não é necessário se comparar com aquela que se levanta às 3 horas da manhã para preparar o lanche dos filhos impecavelmente. Orgulhe-se quando sai toda descabelada para trabalhar, mas seus filhos estão bem alimentados, bem-vestidos e prontos para encarar o dia na escola.


Tenham em mente os sacrifícios diários que fazem para que eles estejam bem. As noites maldormidas, dores no corpo, fadiga mental, tudo isso faz vocês merecedoras do título de “mãezona”.

Maternidade é trabalho eterno. Quanto mais é exercida, mais excelência ganha. É a prática que faz uma mãe.

Perdoem-se quando errar. Mesmo que o mundo aponte todos os dedos para vocês, ele não estava presente para ajudá-las. Ver o resultado é muito fácil. O meio do processo é que é custoso. Coloquem na sua mente que pessoas vão julgar seus atos o tempo todo, e elas não estão dispostas a aguentar o tranco junto com vocês.


Agarrem-se à força que têm de melhorar o mundo para os seus filhos. Não deixem que o peso do errado roube todo o seu brilho. Mães não são perfeitas; ninguém o é.

É extremamente prejudicial achar que devem sempre justificar algo sobre a criação dos seus filhos.

Não é necessário você provar para ninguém, além de si mesma, que é uma boa mãe. Seus filhos verão isso através da sua autoconfiança, respeito e atitudes. Não tenha dúvidas de que para eles você é a melhor!


Mães estão em constante evolução. Os tempos mudam, a forma de pensar também. Então, não se prenda a padrões dos anos 1950. Eles possivelmente deram certo lá atrás, hoje a vida é outra. Ao trilhar o próprio caminho, tropeços existirão, mas lembre-se que seu filho a admira, mesmo que esteja fazendo birra. Ele a enxerga como seu porto seguro, sua fonte inesgotável de força. Ele não vê suas falhas ou fracassos.

Você é suficiente na vida dele. Não deixe que a culpa retire a beleza de ser para ele a melhor!

Comente e compartilhe esta reflexão com seus amigos!


Aos 50 anos, mulher criou a própria marca de cosméticos. Hoje, com 73, prova que estilo não tem idade!

Artigo Anterior

“Não é o trabalho dele, é o meu”: mulher conta que não deixa seu marido fazer nenhum serviço doméstico

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.