Reflexão

Mães solteiras devem ser enaltecidas e não julgadas. São guerreiras e merecem admiração!

Capa Maes solteiras devem ser enaltecidas e nao julgadas Sao guerreiras e merecem admiracao

Encarar a maternidade sozinha jamais deveria ser motivo de vergonha. Uma família composta por mãe e filho é tão completa quanto qualquer outra!



Nossa sociedade, por mais que esteja evoluindo, ainda peca em vários julgamentos sem importância. Um deles é o fato de mães solteiras ou mães solo ainda serem estigmatizadas por cuidar de seus filhos sozinhas, como se isso fosse demérito de todo esforço que fazem.

Muito pelo contrário. Uma mãe que se dispõe a levar o mundo inteiro nas costas sozinha para proporcionar ao seu filho uma vida digna deveria ser exaltada com exagero!

O ofício da maternidade é desafiador. É um terreno onde quem não é mãe consegue apenas imaginar superficialmente. Para as representantes oficiais, assim que fazem parte desse universo, automaticamente, uma bola de neve gigantesca começa a rolar. O mundo passa a enxergar essa mulher com outros olhos, e tudo o que ela faz é motivo para julgamentos.


Se não é fácil passar por essa experiência que muda a vida de qualquer pessoa, estando acompanhada e aceita socialmente, imagine então estar à frente do cuidado do filho, sem a figura paterna, a qual a sociedade insiste em colocar como essencial?

Não estamos dizendo que o pai não é importante, claro que é, mas conseguimos entender que até hoje as mulheres precisam de uma validação masculina para que o meio social as respeite.

Não deveria ser motivo de vergonha criar os filhos sozinha. A força e coragem dessas mulheres ultrapassam qualquer barreira. Cumprem o seu papel com brilhantismo, desempenhando função de pai e mãe ao mesmo tempo.

Encarar a realidade dura e fria dos julgamentos alheios se tornou comum na vida de diversas mães solteiras, mas isso imediatamente precisa ser mudado! A forma como são vistas tem que mudar!


Mães, de modo geral, são sobrecarregadas com tarefas eternas, além disso não podem reclamar.

Se uma mãe reclama, surgem multidões de apontadores de dedo, berrando aos quatro cantos que ela não pode ser fraca nem frágil, pois “escolheu” isso para sua vida.

Pense no quanto o peso dobra para uma mulher que decidiu criar seu filho sozinha. A pressão se torna absurda, a ponto de não serem reconhecidas como mães exemplares, fazendo com que muitas decidam permanecer num relacionamento ruim e conturbado só para cessar esse tipo de preconceito.

Cabe a nós melhorar o ambiente para que essas mães possam, enfim, ter um pouco de paz. Desconstruir pensamentos e comportamentos tóxicos vai ajudar – e muito – o conceito de ser mãe!


Concorda com esta reflexão? Conte-nos, queremos saber sua opinião!

Compartilhe este texto em suas redes sociais!

 

Direitos autorais da imagem de capa: Depositphotos.


Enfermeira é vacinada contra a covid 19 logo depois de se casar e comemora: “Melhor dia da minha vida”

Artigo Anterior

Mulher apoia marido há 16 anos na luta contra um câncer terminal. Na saúde e na doença!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.