Reflexão

Mulheres que amam girassóis irradiam uma luz especial, que faz todos felizes

CAPA Mulheres que amam girassois irradiam uma luz especial que faz todos felizes

Mulheres que amam girassóis têm em si a força e a beleza que admiram na planta. E isso contagia todos à sua volta.



Você já parou para pensar que aquilo que admiramos, as coisas pelas quais temos fascínio, refletem, mesmo que de forma subliminar, os aspectos mais particulares de quem nós somos?

Os lugares onde encontramos beleza dizem respeito ao nosso infinito particular. Afinal, só é possível admirar algo que compõe, a princípio, nosso íntimo, quem nós somos, nossas referências e juízos de valor.

Se temos para nós que a gentileza é uma virtude, certamente ao identificá-la no comportamento de outra pessoa, iremos logo louvá-la. Desse modo, o olhar que lançamos sobre o mundo está completamente contagiado por nossas raízes, nossas histórias e os aspectos mais profundos de nossas trajetórias. A todo momento, ao nos deparar com as circunstâncias do cotidiano, as paisagens ordinárias da rotina, os encontros e desencontros do dia a dia, nós os vivenciamos com nossas bagagens emocionais.


É compreensível, então, que, às vezes, nos coloquemos de forma um tanto insegura no mundo, que nos lancemos às situações prenhes de receios e armaduras por causa de um passado de experiências desalegres.

É preciso, em meio a tantas resistências, encontrar um modo de buscar a paz.

Nesse compasso de pessoas em busca de uma felicidade que desponte na rigidez da rotina, há mulheres que nos ensinam a enfrentar o mundo. Elas podem, pela própria felicidade, contagiar todo um ambiente.

Mas que mulheres são essas? Sem dúvidas, as mulheres que despertam nos outros a resiliência que possuem em si. As mulheres que amam girassóis. Aquelas mulheres que amam os girassóis encontram neles o que possuem em si: sua disposição para a renovação, sua busca pelo renascimento e implacável resiliência.


É certo que os dias tendem a roubar delas a sua disposição. A sucessão de infortúnios, pequenas tristezas e frustrações ofuscam a grandeza das pequenas alegrias. É natural que, com o tempo, tendamos a fatigar nosso otimismo pela insistência do desânimo em se mostrar presente.

Em meio aos dias difíceis, é compreensível que se recolha em seus problemas. Ao sentir o peso das responsabilidades e cobranças, um fracasso tem a potência de um luto. Todas essas coisas somadas enfraquecem nelas sua disposição de enfrentar a tortuosidade dos dias.

O girassol representa justamente o contraponto dessa condição. O girassol é a planta que se posiciona na direção do Sol durante todo o dia, mesmo quando este está encoberto pelas nuvens. Sua cor vibrante confere a ele um símbolo de luz, vitalidade, força e beleza.

No entanto, ser aprendiz de girassol não é simples. Essa busca constante pelo Sol exige dessa mulher um dispêndio de coragem que deve se renovar todos os dias. O mundo se impõe com sua rispidez, e ela o enfrenta com sua força de renovação.


E isso é sentido por todos que a cercam. As mulheres que amam girassóis irradiam uma luz especial, que faz a todos felizes. Elas encontram na beleza da planta sua essência, e todos à sua volta se contagiam com sua disposição para a vida.

Eleger como símbolo para a sua vida um girassol significa se lembrar de buscar a luz, por mais difícil que pareça, por mais mitigadas que estejam suas forças. Ir em direção ao Sol, mas tendo a consciência de que nossa felicidade pode ainda operar como fonte de vitalidade para quem nos cerca.

Uma mulher que resplandece a luz de um girassol transforma tudo em seu entorno. Sua força é um ponto de ancoragem aos que a cercam e sua vitalidade é incapaz de passar despercebida.


Felicidade é poder fazer o que a gente ama, ter alguém para amar e sonhos para realizar

Artigo Anterior

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.