Não desejo o mal de ninguém, cada um colhe aquilo que planta



Uma das maiores verdades da vida é que cada um de nós colhe os frutos daquilo que planta.

Todos temos muitas escolhas a fazer em nosso dia a dia, e cada uma delas ajuda a moldar quem somos e o tipo de realidade em que vivemos.

Algumas pessoas utilizam muito bem o seu livre-arbítrio: cuidam das próprias vidas, dedicam-se ao próprio crescimento e mostram-se sempre abertas a ajudar todos aqueles que precisam de um auxílio.

Outras, entretanto, parecem estabelecer como seu principal objetivo sabotar todos aqueles ao seu redor, disseminar negatividade e espalhar mentiras que comprometem o sucesso alheio.

Provavelmente, todos nós já encontramos uma pessoa como essa. A princípio, parece muito legal e inspira confiança, mas quando começamos a conviver um pouco melhor com ela, percebemos que toda essa lealdade é apenas uma fachada para nos conhecer e preparar melhor os seus planos egoístas e maldosos.

Descobrir que alguém com quem contamos por muito tempo, na verdade, apenas conspirou contra nós é algo muito complicado e pode despertar sentimentos ruins em nossos corações.

Precisamos nos cuidar para não entrarmos na mesma energia negativa dessas pessoas. Nossa meta pessoal deve ser nos tornarmos melhores do que ontem, não piores.

Ainda que pareça justo em algumas ocasiões, desejar o mal de outras pessoas é um grande desperdício de energia. Existe um tempo certo para tudo nessa vida, e todas as coisas que fazemos, sejam elas boas ou ruins, voltarão para nós. Essa é a lei do retorno.

Não adianta perdermos o nosso tempo desejando mal para aqueles que nos magoam, no tempo certo eles receberão as recompensas de suas atitudes. É muito mais produtivo cuidar de nosso próprio plantio, cultivarmos boas energias ao nosso redor e permitirmos que a vida dê a cada um o que é seu de direito.



Quando desejamos o mal de outras pessoas, apenas prejudicamos nossas próprias vidas, mas quando nos concentramos em nós mesmos e permitimos que as coisas aconteçam como têm que acontecer, mostramos que confiamos na vida e que sabemos que ela tem coisas muito melhores preparadas para nós, porque honra aqueles que vivem com retidão e sabedoria.

Não ganhamos nada de bom ao desejarmos o sofrimento daqueles que nos magoam, só demonstramos imaturidade e despreparo, mas quando confiamos no destino, plantamos uma semente muito poderosa e que nos levará ainda mais adiante!


Texto escrito com exclusividade para o site O Amor. É proibida a divulgação desse material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.


Direitos autorais da imagem de capa: Pixabay/Pexels.






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.