Reflexão

Não me julgue ser péssima mãe por causa da birra do meu filho!

É necessário entender o coração de uma mãe em meio ao caos por que ela pode estar passando. Julgamentos e olhares tortos não ajudam, apenas dificultam!



Cuidar de um filho não é tarefa fácil. A tarefa triplica quando se tem mais crianças para administrar.

É importante que a sociedade entenda que, às vezes, uma mãe não vai conseguir controlar a birra do filho. Haverá dias em que a criança vai escutar e compreender; em outros, vai se jogar no chão e a cena estará montada.

Mães sempre enfrentam situações em que serão julgadas. Se o comportamento da criança não é condizente com o que a sociedade aceita, pronto, os cochichos começam. Pode parecer que não, mas elas sabem que seu filho está chamando a atenção e ela virou o alvo.


Não é fácil quanto parece lidar com a maternidade. São pressões internas e externas. O medo de não estar acertando cresce e se torna real quando as pessoas olham atravessado. A realidade é bem mais complicada.

Geralmente, a maioria das mães têm medo de falar abertamente sobre o quanto é cansativo e penoso ter filhos. Lidar com um ser humano em formação não é fácil e, à medida que vão crescendo, vão se percebendo como pessoas no mundo, tendo as próprias vontades e personalidades.

Criticar uma mãe que não sabe mais o que fazer quando seu filho esperneia no meio do mercado não vai ajudar em absolutamente nada. Ela é capaz sim de cuidar dele, mas naquele momento suas forças se esvaíram. Ninguém quer chamar a atenção para si de uma forma que julguem seu comportamento como um fracasso.

É necessário entender a maneira como uma mãe faz algo. Ela tem um bom motivo para não esbravejar com a criança que chora querendo o brinquedo ou com vontade de ir embora. Quantas vezes ela já passou por aquela situação? Quem está no caminho está vendo apenas uma vez, mas quantas vezes aquela cena aconteceu na vida dessa mãe?


Pense como é cruel ter sempre de lidar com os comentários negativos. Faça a diferença na vida de uma delas e diga algo construtivo. Expresse seu sentimento de ternura com aquela mulher que está cansada, diga que a compreende, que sabe o quanto deve estar sendo difícil. Mudará o dia dela, com toda certeza!

Mães aprendem na prática o ofício da maternidade. Nem sempre o que deu certo com você dará certo com outra pessoa. Mesmo que elas façam tudo por amor, erros podem acontecer, e não é legal apontá-los. Que a sociedade permita que mães sejam mães!

É muito doloroso ouvir que deveria deixar o filho em casa ou que não se faz compras com criança, pois sabe o trabalho que dá, ou que não soube dar limite e o comportamento do filho mudou. Elas se desdobram em mil para dar conta de tudo.

Não seja cruel e não coloque um peso a mais em seus ombros. A birra de uma criança é sinônimo de uma mãe cansada. Dê a ela um descanso, deixe seu julgamento para si mesma quando passar pela mesma situação, porque, acredite, ela virá!


Professor é afastado por 6 meses ao afirmar que só existe gênero masculino e feminino

Artigo Anterior

Conheça a história real que inspirou o filme da Netflix “Paternidade”

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.