4min. de leitura

Quando aprendemos a controlar as próprias expectativas, diminuímos as nossas decepções

Uma coisa que todos nós sabemos é que as expectativas são as antecessoras de todas as decepções.


Quando criamos sonhos baseados em suposições e planejamos uma parte de nossa vida ao lado de alguém sem ao menos termos certeza de seus sentimentos, estamos nos colocando em um risco muito grande de sair com o coração partido.

Nem sempre as coisas são como pensamos ou desejamos que fossem. Os sentimentos ou pensamentos das pessoas não são necessariamente iguais aos nossos, o mundo não funciona de acordo com as nossas vontades e o destino pode nos trazer mais surpresas do que podemos imaginar. A melhor maneira de viver em um mundo tão imprevisível é nos mantermos abertos ao que chegar em nosso caminho e aproveitar o momento sem fazer planos para um amanhã que não é garantido.

Agora, é claro que, quando se trata disso, é muito mais fácil dizer do que fazer.

Nós somos seres emocionais e até mesmo o mais fechado, no fundo, deseja viver uma amizade verdadeira, um relacionamento familiar saudável ou um amor duradouro e, mesmo que inconscientemente, pode desenvolver apego e expectativas em relação a outra pessoa.


Talvez essa seja uma tendência da qual nunca seremos capazes de nos libertar completamente, mas podemos nos poupar de muitas lágrimas e dores, se aprendermos ao menos a controlá-la de maneira saudável.

As expectativas nem sempre correspondem à realidade, elas invadem nossa mente e coração, e nos convencem de que tudo aquilo que mais desejamos acontecerá com toda certeza. Elas nos fazem parar de viver no mundo real e nos trancam em nossa imaginação, onde tudo é perfeito. No entanto, em algum momento, chegam ao fim e nos deixam apenas com a realidade, que pode ser dolorosa, fria e solitária.

Devemos fazer esforço para sempre estar presentes no mundo real, ainda que nossa mente divague, por alguns momentos.

Manter os pés no chão é fundamental para prevenir decepções porque, quando estamos concentrados na realidade, não fornecemos às expectativas o poder de nos decepcionar.


Se você é uma vítima constante das realidades que inventa, procure avaliar o seu comportamento, veja se realmente vale a pena viver de expectativas. Você merece mais do que sonhar com algo que pode nunca se concretizar.

Viver na realidade pode ser mais dolorido, mas é o único jeito de aproveitar a vida de verdade, portanto, elimine as expectativas e foque nas possibilidades, e eu lhe garanto que você será muito mais feliz.

 

Texto escrito com exclusividade para o site O Amor. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos. Direitos autorais da imagem de capa: Becci/Unsplash.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.