ColunistasDesenvolvimento InteriorReflexão

”queria perder minhas memórias e começar tudo de novo…”

“Queria perder a memória e começar tudo de novo.”



Li essa frase e fiquei a meditar…

Cheguei a uma conclusão: Eu não queria isso para mim!

Perder minhas memórias?

Elas são a base do que sou. São nossos fundamentos, erros, acertos, enganos e os quase enganos…


Sem um passado, não teríamos histórias para contar, aprendizagens para compartilhar, sorrisos para relembrar e sorrir de novo e de novo.

Não! Definitivamente, quero trazer a memória tudo que me ajudou a ser quem sou.


Mesmo o que me fez chorar. Foram nesses momentos que mais cresci…

Definitivamente, não quero ser uma desmemoriada.

Quero saber exatamente quem me fez chorar e quem me fez dar as maiores gargalhadas.


Por tudo, quero ser grata e lembrar o que foi abençoador nos ajuda a agradecer pelo que temos e pelo que sonhamos conseguir.

Quero ser consciente de tudo que perdi e de tudo que tenho conquistado. E cada dia tenho sido abençoada por restituições que não tem preço…

Por isso, não despreze suas memórias.


Não devemos viver do passado, mas viver intensamente para produzir mais e mais memórias que valham a pena.

Temos ainda muitas histórias para contar e recontar.

____

Layde Lopes

Inteligência emocional – como lidar com emoções difíceis:

Artigo Anterior

A força que as palavras produzem em nossa mente!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.