A verdade sobre deixar um relacionamento abusivo:

4min. de leitura

Quando você abandona o abuso emocional, ninguém lhe diz o que esperar. Querem que você fique firme, crie para si uma forma de se confortar e encontre um lugar seguro, cure suas feridas internas. Ninguém lhe diz o quanto vai doer.

Mas dói. Não porque você quer ficar na pior, mas porque estava acostumado com aquilo, por muito tempo. Dói porque você sempre olhou para essa pessoa buscando aprovação e validação; algo que você nunca obteve, mas também algo que você nunca conseguirá dela.



A pessoa que você está procurando para aprovação é a única pessoa que faz com que você sinta que precise disso. Se você é uma pessoa compassiva e esperançosa, você se sentirá fraco e precisará encontrar força.

Você precisará continuar vivendo o pesadelo através de suas memórias enquanto você luta através da fraqueza. Quando eles voltam para se desculpar, para dizer que vão mudar, vão buscar ajuda; você precisará se lembrar da dor. Você vai querer a negatividade de volta como um viciado que precisa do seu vício, ao menos mais uma vez.

Você vai querer isso porque é um ciclo vicioso dentro de uma rotina. É que você se habituou, esquecendo-se de como ser feliz. Porque você esqueceu o normal, o que deve ser aceitável. Como é estar em paz.  No começo, você ainda vai sentir falta daquilo. Você vai sentir falta porque você via o potencial antigamente. Mas você terá que ser forte, por muito tempo. Isso ninguém disse antes a você.


Você terá que ser forte enquanto se recompõe, quando você se avaliar e descobrir aquilo que precisa corrigir em si mesmo. Você precisará ser forte à medida que você quebra os velhos hábitos. Você precisará lutar por si mesmo e por novos relacionamentos.

Ninguém disse que em novos relacionamentos você vai precisar estar ciente de quando hábitos antigos podem tentar vir à tona. Você terá que enfrentar o medo de falar sobre seus problemas e abrir-se, por que você já se fechou por tempo demais.

Ninguém o ensina como reprogramar seu cérebro. Você precisará saber que nem todas as pessoas gerarão as mesmas reações – e que agora você está aprendendo um novo normal. Uma vida normal, feliz e saudável. O que pode parecer assustador e errado. Ninguém disse antes que você terá que se reconstruir completamente, porque aquele mal era tudo o que você tinha, por tanto tempo.

Você vai perceber que você se desculpa com todos por todo tipo de coisa. Ninguém lhe ensinou isso. É uma lembrança do abuso, e isso irá reaparecer de tempos em tempos, saiba disso.

Fazer contato visual com as pessoas será um desafio, parece algo muito íntimo. Há tantas coisas que você não sabia que teria que enfrentar nesse período, ninguém nunca o avisou, nem imaginava. Há tantos fatores dependentes.


Eles não dizem isso porque sofrer abuso e vulnerabilidade não são combinações que você encontra de mãos dadas. Eles não dizem que “a vida só pode ser entendida ao olharmos  para trás; mas deve ser vivida agora, seguindo sempre em frente. “- Soren Kierkegaard.

____

Traduzido pela equipe de O Segredo Fonte: Thought Catalog

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.