5 coisas que aprendi sendo terapeuta

5min. de leitura

Algumas pessoas me chamam de conselheiro, outras de terapeuta, outras ainda de psiquiatra. Tecnicamente, eu sou um Conselheiro Profissional Licenciado e um Terapeuta Licenciado em Casamento e Família. Mas, independentemente do que as pessoas me chamam, elas costumam perguntar-me como eu sou capaz de fazer o que faço – ser testemunha de tanto sofrimento, e me esforçar para ajudar as pessoas a se curarem diariamente.



Eu certamente entendo porque pode ser desconcertante para alguns o motivo de eu, ou qualquer um, optar por se tornar um terapeuta. Quase todos os dias eu sou a última chance de salvar um casamento, e meu escritório é o lugar onde muitas pessoas partilham as suas experiências mais terríveis. Testemunho intensa dor e vergonha, e mantenho tudo em um espaço macio. Parece cansativo – e eu entendo isso.

Mas tenho sido constantemente energizado pelo meu trabalho, e tenho aprendido muito mais sobre a cura do que sobre a dor. Aqui estão cinco das principais lições que eu aprendi sentando em minha cadeira todos os dias.

1. Todos nós podemos ser curados

Quando sentimos dor, não podemos sempre curar o sentimento ou situação que tivemos “antes.” Muitas vezes, a dor que sentimos durante o processo de cura pode surgir da expectativa de que podemos “consertar” a nós mesmos. A verdade é que podemos nos curar e desenvolvermos uma bela vida em um estado “normal.” Deixar de lado nossa opinião de como a vida deve ser, a fim de estarmos bem com tudo é a parte mais difícil. Mas quando conseguimos fazer isso e saímos de nosso próprio caminho, algo novo e bonito encontra espaço para surgir e crescer.



2. A capacidade do espírito humano de superar, sobreviver e prosperar é espantosa

Há momentos em que escuto histórias de abuso, e fico chocado com a resiliência da pessoa. Por exemplo, eu trabalhei com um paciente cujo abuso o fez mais forte, ao invés de amargo. Quando alguém compartilha maneiras através das quais tem usado sua dor para ajudar os outros, fico muito honrado de fazer parte de sua jornada.

Apesar de tudo o que pode estar acontecendo ou aconteceu em nossas vidas, podemos superar com nossa beleza e graça intactas. Isso é muito encorajador! Frequentemente, o sofrimento pode ser nosso professor, e nos convida a cultivarmos uma versão melhor de nós mesmos.


3. As pessoas são basicamente boas

Mesmo aquele vizinho horrível com o qual você não aguenta ficar junto, tem um lado que é digno de amor e compaixão. Eu sei que isso vai catalisar resistência para muitos de vocês. Mas o que eu vejo todos os dias são pessoas que fazem o melhor que podem, com o que sabem e o que têm, ao invés de permitir que os detalhes negativos da vida os puxem para baixo.


Portanto, não se apegue à negatividade – não vale seu tempo ou energia. Você pode optar por tentar mudar o comportamento de outras pessoas, ou deixar as coisas seguirem. Estamos todos tentando fazer a coisa certa na vida.


4. Nós melhoramos quando decidimos que queremos melhorar

A decisão de se sentir melhor por si só não é suficiente para sair de um lugar difícil. No entanto, até decidirmos tomar as medidas necessárias para saímos de onde estamos, ficamos presos. Eu acho que essa é a declaração mais poderosa que poderia fazer. Você tem o poder de mudar sua vida. Quando estiver pronto, com o seu esforço você pode criar a vida que deseja.


5. A coisa mais poderosa que você pode fazer é perdoar

Aprenda a deixar ir. Rancores te machucam, paralisam o seu desenvolvimento, e te mantém como prisioneiro de sua própria dor. Aprenda a perdoar os outros que te magoaram e, principalmente, aprenda a perdoar a si mesmo quando você não fez algo do jeito que queria. Tenha calma consigo mesmo. Você merece.

 

___

Traduzido pela equipe de O Segredo

Fonte: Mind Body Green

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.