Relacionamentos

6 atitudes de homens que não admitem, mas estão arrasados com o término da relação

Geralmente os homens não demonstram verdadeiramente como se sentem. Confira aqui as atitudes deles depois que terminam uma relação.



Não se engane, homens também sofrem com um término. É mais comum vermos mulheres chorando as mágoas e, justamente por poderem fazer isso, sem serem tachadas de fracas ou sensíveis demais.

Já os homens não têm a mesma conduta, porque a sociedade os considera como fortes e firmes o tempo inteiro, como se as emoções não os desestabilizassem. Porém, é notável que eles também sofrem com a distância e a dor do fim de uma relação.

Afinal de contas, o término de algo deixa marcas na vida de qualquer pessoa, já que os momentos que se vive com alguém são significativos e importantes. Os homens acabam tendo outros tipos de comportamentos que são bem característicos quando terminam uma relação.


E eles podem não admitir, mas sofrem, choram e sentem falta da ex-parceira. A diferença é que não demonstram da mesma maneira como as mulheres. Algumas atitudes podem fazer o papel de mascarar a dor, e aqui estão elas:

1. Começam a se cuidar mais

Ao sair de um relacionamento, os homens percebem que precisam cuidar da saúde e da aparência, que são motivos-chave para se tornarem atraentes. É bem comum repaginar o visual, frequentar academia, comprar roupas novas, tudo para mostrar que estão evoluindo e estão bem. Mas, na verdade, por sentir falta, começam a fazer isso para preencher o tempo e não pensar demais na separação.

2. Querem recuperar “o tempo perdido”


A primeira coisa que fazem é ir a algum barzinho ou sair noite afora. Não querem ficar em casa sozinhos, para que não sintam a falta ou a dor de ter acabado uma relação. Aproveitam também para não demonstrar qualquer tipo de tristeza, pelo contrário, não querem tocar no assunto.

3. Reafirmam a masculinidade

É nessas épocas que passam a dar em cima de muitas mulheres. Com a desculpa de estarem solteiros, acabam “atirando” para todos os lados, não se importando muito com a maneira que abordam. A todo tempo precisam se manter fortes e viris, para que não pensem que estão sofrendo por amor.

4. Fingem que já superaram


É muito comum, logo depois que terminam o relacionamento, mostrarem que já está tudo bem e “bola pra frente”. Mas na realidade, ainda sentem muito a dor e a falta da pessoa. A diferença é que, para os outros, jamais falarão disso. Por não ter a oportunidade de aflorar os sentimentos, preferem sofrer sozinhos, sem que ninguém saiba.

Constantemente escutamos histórias de términos em que a mulher sempre fala sobre o ex ter superado bem mais rapidamente. Não se engane, eles demoram sim para seguir em frente.

5. Chamam a atenção da ex, mesmo que indiretamente

Eles podem não admitir, mas a maioria dos homens querem que sua ex saiba que eles estão bem. Não é incomum que vários se tornem até mais amigos das pessoas que fazem parte do círculo de amizade da ex-companheira, com o intuito de que ela saiba como ele superou logo o fim do relacionamento. Diferentemente das mulheres, os homens não querem mostrar fragilidade.


6. Tentam reaver romances passados

Esse comportamento é clássico. Depois que terminam um namoro de longa data ou até mesmo um casamento, os homens ainda estão machucados com a separação. Diante disso, procuram romances antigos, pois imaginam que será mais fácil conseguir algo. Como já conhecem a pessoa, já sabem como se comportar e a chance de sucesso é ainda maior.

Lembrando que essas atitudes não são regras, pois existem muitos representantes masculinos que não se comportam assim. Mas a maioria sim, até de maneira inconsciente. A realidade é que todos sofrem com uma separação, apenas a maneira como lidam com ela é que é diferente.


Mulher enfrenta críticas ao relatar que aplicou botox durante a gestação: “Estamos grávidas, não doentes!”

Artigo Anterior

“Não estamos aqui só para ter bebês ou cuidar de homens”, diz Salma Hayek sobre críticas ao seu corpo

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.