Amizade com ex: é possível após o amor?

10min. de leitura

Quando o namoro ou casamento terminam, um dos principais dilemas em relação ao passado é se manter amizade com ex será uma atitude saudável ou não.

Isso porque, muitas vezes, o fim do relacionamento ainda gera um conflito de sentimentos ou essa proximidade pode atrapalhar uma relação futura.



Há quem tire de letra essa situação e mantenha uma longa e duradoura amizade com um antigo amor. Por outro lado, existem aqueles que preferem cortar os laços de vez, imediatamente ao término do relacionamento, por diversos motivos.

Contudo, principalmente com as redes sociais, tornou-se quase impossível deixar de lado, para sempre, a figura do ex no passado. Devido aos amigos em comum que, naturalmente, são feitos ao longo da relação, deparar-se com um relacionamento antigo — pelo menos, virtualmente — é bem comum, alimentando o famoso dilema: “mantenho ou não uma proximidade” com ele (a)?

Se esse é o seu caso, continue a leitura e veja os prós e contras de se manter amizade com um antigo amor! Acima de tudo, reflita e pense nas consequências dessa proximidade na sua vida!


Motivos para manter amizade com ex

Terminar o relacionamento e manter a proximidade ou um contato cordial com ex pode ter grandes vantagens, principalmente se dessa relação foram gerados filhos (o que, nesse caso, torna o contato quase uma “obrigação”).

Contudo, seja porque a pessoa se tornou um grande conselheiro, já que conhece bem sua personalidade e sonhos, ou porque construíram algo, juntos, como um negócio ou uma rede forte de amigos, há, sim, bons motivos para manter essa amizade, além do amor conjugal.

Ombro amigo nas dificuldades

Quando uma relação acaba de forma positiva, sem brigas ou mágoas imperdoáveis, um ex pode ser um grande candidato a melhor amigo. Ou, pelos menos, um amigo que será capaz de oferecer um ombro sincero nos momentos de dificuldades.


Afinal, depois de tanto tempo de intimidade, companheirismo e cumplicidade, é bem comum ficar um sentimento de carinho por quem dividiu tantos momentos felizes conosco. Ao mesmo tempo, ao longo da relação, vocês, com certeza, enfrentaram alguns obstáculos e momentos de tristeza juntos, dando oportunidade para “treinarem” essa busca pelas soluções juntos.

Além disso, a confiança que você aprendeu a ter em relação ao ex pode contribuir para desabafos sinceros e despretensiosos, algo que causa certa insegurança com o atual, no começo do relacionamento.


Conhece suas qualidades e fraquezas

Um antigo amor, principalmente quando o relacionamento durou bastante tempo, é alguém que, pela rotina, conhece bem nossos maiores desejos e também as fraquezas. Também ouviu, ou observou, seus maiores sonhos e sabe o que o faz verdadeiramente feliz. Essas características são raras de se encontrar em pessoas próximas, talvez, reservando-as apenas aos bons amigos.

Por isso, se o relacionamento terminou de forma saudável, o ex poderá ser aquela pessoa que continuará impulsionando o seu crescimento e desenvolvimento pessoal, mesmo sem estarem em um vínculo amoroso. Pode ser alguém que vai mostrar um curso novo que você tanto queria fazer ou vai te dar bronca quando sentir que você está saindo do foco dos seus anseios de felicidade.

De uma forma ou de outra, pode ser uma pessoa ímpar em sua vida que, com certeza, valerá a pena manter por perto e ouvir, sempre que a vida apresentar momentos de indecisão e insegurança.


Continuidade de um patrimônio

Outra grande vantagem de manter um contato cordial com um ex é quando a relação resultou na construção de bens, como uma empresa ou um imóvel, por exemplo. Muitas vezes, a rentabilidade desses bens é algo que pode ter uma continuidade, se o ex-casal mantiver uma amizade, mesmo que em nível profissional.

Pense que, com a crise econômica crescente, desfazer-se de um patrimônio pode ser algo arriscado, por isso, vale a pena conversar e, se possível, manter uma sociedade, mesmo informalmente. Assim, ambos continuarão lucrando com algo que foi construído, naquele momento, com esforço e amor.


O que pode dar errado nesse contato

Se por um lado manter amizade com ex tem suas vantagens, por outro há bons motivos para manter distância, o máximo possível, de um antigo relacionamento. Um deles é se não houve consenso em relação ao fim, e uma das partes ainda nutre forte sentimento amoroso pela outra.

Também é preciso tomar cuidado se o relacionamento foi abusivo, gerando um ciclo de dor e até chantagens para um possível retorno, o que só causará mais sofrimento, mesmo com o rompimento. Além disso, também deve ser evitado quando bate o sentimento culpa, especialmente em quem foi responsável por terminar, fazendo daquele contato uma forma de “compensar” a perda que causou no outro.


A velha recaída

Se os sentimentos de “fim” não forem recíprocos, manter um contato, por mínimo que seja, pode ser uma grande armadilha amorosa. A proximidade, além de não deixar o ainda apaixonado esquecer o ex e seguir adiante, pode se revelar uma ponte para possíveis recaídas, nos momentos de carência.

Inclusive aquele “ombro amigo” citado no início do texto só deve ser usado como algo positivo se os dois não alimentarem, dentro de si, nenhuma esperança de volta. Ou a cada encontro, a vontade de estar junto poderá ficar ainda maior.

Uma recaída quase nunca é benéfica, a não ser que desperte nos dois a vontade de recomeçar o relacionamento. Se não for o caso, torna a separação ainda mais complicada pois traz à tona sentimentos de ódio, rejeição e a sensação de que está sendo “usado” pelo outro. Com tudo isso, a autoestima fica baixa e a chance de encontrar um novo amor torna-se cada vez mais distante.


Volta de um relacionamento abusivo

Embora seja considerado saudável (e até um indício de amadurecimento emocional) manter amizade com um antigo amor, não é todo ex que merece permanecer em sua vida, nem mesmo como amigo. Se a pessoa só lhe trouxe problemas, despertou em você sentimentos negativos e transformou a relação em algo tóxico, o melhor a fazer é mantê-la longe do seu círculo de amizade.

O seu bem-estar e o amor-próprio devem estar em primeiro lugar e, após um relacionamento abusivo, é bem possível que você precise resgatar esses dois pontos para ser feliz novamente.

Não hesite em tirar de vez da sua vida quem lhe fez mal, mesmo que a pessoa insista em se manter presente, com a (velha) desculpa de que mudou e merece uma nova chance, mesmo um contato de amizade.


Conflitos com o atual

Um dos grandes motivos que podem fazê-lo manter distância de ex é se essa amizade está causando ou causará conflitos com o atual, gerando ciúme e desconfiança.

Pense a situação inversa: como você se sentiria se a pessoa que você ama mantivesse contato constante com algum ex? Por isso, antes de julgar o sentimento do outro como algo sem fundamento, é bom avaliar se essa amizade com um antigo amor é tão importante assim na sua vida, a ponto de colocar em risco seu relacionamento atual.

O mais importante é usar o bom senso e seguir seu coração, refletindo o que é fundamental para a sua felicidade conjugal. Olhe a situação de forma racional e objetiva, para não magoar pessoas desnecessariamente.


Tudo depende de você

No final, manter amizade ou não com ex é uma decisão pessoal e que depende de uma série de fatores, como riscos para a relação atual, sentimentos que ficaram em cada um e se era uma relação positiva ou abusiva.

Não existe uma regra sobre manter um contato com alguém que foi importante para você. O mais importante é ouvir, sempre, a sua intuição e pensar o quanto essa proximidade vai contribuir ou atrapalhar a sua busca por uma verdadeira felicidade.

De qualquer forma, segundo especialistas, é importante reservar-se um tempo sozinho, para se (re)conhecer melhor e aceitar o término da melhor forma, evitando as ciladas que podem surgir com uma aproximação precoce.

Se após avaliar tudo isso, a vontade de manter amizade com ex crescer de forma positiva e sincera em seu interior, siga em frente e comece uma nova história de carinho e cumplicidade, desta vez sem uma perspectiva romântica. A menos que ainda haja um resquício de amor no coração de ambos, suficiente para o casal tentar ser feliz novamente junto.

E aí, gostou do artigo? Siga-nos nas redes sociais e saiba mais sobre amor, amizade e tantos outros temas que alimentarão a sua alma! 

____________

Direitos autorais da imagem de capa: william87 / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.