Às vezes ficar junto não é suficiente para se apaixonar

5min. de leitura

“Se você não pode ter o que você ama, ame o que você tem.”



É reconfortante estar com alguém que se preocupa com você. Toda vez que você precisa de um ombro para chorar, um amigo, um afago no final de um dia ruim, é ótimo ter essa pessoa lá. Mas e se essa pessoa gosta de você mais do que você gosta dela? Se você fica com ela porque gosta dela, poderia acabar gostando mais, ela é ótima companhia, mas há algo faltando.

Nessas situações, é melhor ser honesto. Seja honesto consigo mesmo e pergunte porque está com a pessoa. Se é pelas razões certas, ótimo! Mas se é porque você se sente confortável, mas algo está faltando, então você sabe o que tem que fazer. E o mais importante, você precisa ser honesto com seu parceiro. Ele é uma pessoa que também tem sentimentos, e você precisa respeitar esses sentimentos.

às vezes ficar junto


Isto é especialmente verdadeiro se você acha que está apaixonado por outra pessoa. Eu ouvi e li que a melhor maneira de esquecer alguém é ficar com outra pessoa. Isso pode ser o caso de algumas pessoas, mas não é verdade para todos. Claro, você pode encontrar alguém com quem se divertir, por enquanto. É uma boa distração e uma grande ajuda, mas apenas isso. E se vocês apenas querem se divertir, isso precisa ficar claro desde o início.

Mas se você encontrar alguém que quer algo mais sério, precisa para tomar uma decisão: se está ou não pronto para isso. Não há problema em não estar pronto. O amor não é algo que você pode simplesmente esquecer. Especialmente quando ele é deixado inacabado. Esses são os piores.

A razão por trás disso é que você não tem ideia do porque as coisas terminaram. E provavelmente não tem nada a ver com você, mas você ainda vai questionar tudo, principalmente as coisas que poderia ter feito diferente.


Você nunca deve sentir que tem que questionar a si mesmo como pessoa. Para mim, esta é sempre a parte mais difícil. Eu invisto muito do meu tempo, energia e recursos para estar com alguém com quem compartilho uma conexão, e então ele vai embora. Eu dou muito valor em manter o relacionamento, questiono o meu próprio valor quando acaba. E é o pior sentimento do mundo.

Eu tenho a sorte de ter amigos e familiares que me edificam e me ajudam a perceber meu valor como pessoa novamente. Eu tenho a sorte de visitar lugares que me fazem perceber que há um mundo inteiro lá fora cheio de novos lugares para explorar e novas pessoas para conhecer.

às vezes ficar junto2

E o que acontece com esses términos abertos? Seria sábio, se a oportunidade surgisse novamente, reacender a relação com esta pessoa?

Apesar dos amigos e familiares dizendo que é uma má ideia, gostaria de fazê-lo. Gostaria de dar a essa pessoa uma segunda chance. Contudo, a relação seria diferente. A confiança seria muito mais difícil de ganhar.

Você não pode começar de onde parou. Tem que fazer tudo desde o início novamente.

Então, de volta para a declaração original: se você não pode ter o que ama, ame o que tem – eu não acho que você pode fazer isso. Porque se ainda está apaixonado por outra pessoa, nunca será capaz de amar completamente um novo alguém. E isso não é justo, se esse alguém te ama.

Melhor conselho: tire tempo para se apaixonar por si mesmo de novo, e se “desapaixonar” pela outra pessoa. Fique em paz com estar sozinho e ser solteiro. Faça as coisas com os amigos que valorizam a sua companhia e sabem o quão incrível você é. E quando você estiver se sentindo em seu melhor, alguém vai entrar em sua vida e vai ser o momento certo.

___

Traduzido pela equipe de O SegredoFonte: Thought Catalog

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.