5min. de leitura

Casais que discutem e são sinceros um com o outro vivem mais, mostra estudo

Casais que discutem e são sinceros um com o outro vivem mais, mostra estudo. Não há nada pior do que esconder sentimentos.

Todos já sabemos disso, mas não custa reforçar. A comunicação é a chave para qualquer relacionamento de sucesso. Casais que não são capazes de resolver os seus problemas através do diálogo, dificilmente conseguem fazer com que sua união dê certo.


É preciso que os dois estejam bem conectados e não tenham medo de falar com o outro sobre as coisas que precisam ser mudadas. Apenas através do respeito mútuo e do diálogo é possível construir uma relação saudável, e a ciência comprova isso.

Um estudo publicado no Journal of Psychosomatic Medicine mostrou que, ao contrário do que muitas vezes podemos acreditar, as discussões são positivas para os casais, e podem inclusive fazer com que os parceiros vivam mais.

A pesquisa, que foi realizada por psicólogos da Universidade do Arizona, nos Estados Unidos, acompanhou 192 casais ao longo de 32 anos. O objetivo era ver se as formas de discussão entre um casal causavam algum impacto em sua vida amorosa.


Os resultados mostraram que, quanto maior a divergência entre os estilos de comunicação dos parceiros, mais ambos estavam suscetíveis a uma morte prematura. Isso, na prática, significa que é preciso que os casais se entendam, que ambos estejam dispostos a compreender o jeito do outro e respeitá-lo.

Kyle Bourassa, psicólogo da Universidade, disse ao The Mail: “Quanto maior o descompasso entre o estilo de resposta de lidar com a raiva dos cônjuges, maior o risco de morte prematura.”

Ele continuou: “Um parceiro pode querer discordâncias mais acaloradas, enquanto outro pode não querer, deixando ambos insatisfeitos com a forma como seus conflitos são tratados. Isso poderia resultar em mais estresse diário, o que prejudicaria a saúde das pessoas a longo prazo. Casais cujos estilos interpessoais melhor combinam podem ter menos conflitos e manter uma saúde melhor como resultado.”


Os pesquisadores recomendam que é importante permitir que existam discussões, mas elas não podem ser administradas com falta de cuidado.

É necessário que os parceiros ajam com maturidade e se coloquem em uma posição em que possam falar o que precisam, mas também ouçam o que o outro tem a dizer.

Mais importante do que a frequência das discussões é que os dois se sintam ouvidos e satisfeitos depois delas, fazendo sua parte para que as coisas melhorem.

Clinton Power, terapeuta de relacionamentos, dá algumas dicas para os casais se entenderem melhor:

  • Renove e refaça as declarações do seu parceiro para que fique claro o que é;
  • Concentre-se na compreensão;
  • Peça coisas específicas que o ajudem a se sentir melhor;
  • Responda aos pedidos com boa vontade. Revezem na hora de falar. Valide o que você ouve;
  • Encerre o conflito quando necessário e retorne ao problema mais tarde;
  • Mantenha um sigilo respeitoso;
  • Seja empático;
  • Assuma a responsabilidade de como você se expressa.

A comunicação é fundamental para a existência de um relacionamento e também para que ambos sejam felizes e saudáveis, mas é importante que aconteça da maneira certa. Portanto, certifique-se sempre de respeitar a pessoa ao seu lado, acima de qualquer coisa, e de seguir as regras acima.

Com certeza assim seu relacionamento será mais longo e você viverá mais!

O que achou da pesquisa? Comente abaixo e compartilhe com seus amigos nas redes sociais!


Texto escrito com exclusividade para o site O Amor. É proibida a divulgação desse material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.


Direitos autorais da imagem de capa: Cena do filme “Diário de Uma Paixão”.


Gostou da nossa matéria? Clique aqui para assinar a nossa newsletter e receba mais conteúdos.



Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.