Relacionamentos

“Casamento não é competição.” Mulher defende que o sucesso da relação é o companheirismo

Seu relato sincero fala que a união de um casal é uma das coisas mais importantes para uma relação de sucesso. Confira!



Todos sabemos que relacionamentos não possuem fórmula mágica nem receita de bolo para milagrosamente dar certo. Há muitas questões além do amor e respeito que uma pessoa nutre pela outra.

O convívio com outro ser humano nem sempre é tão fácil quanto retratado em filmes e novelas. Para fazer um casamento dar certo, é necessário esforço e disposição para encarar os defeitos do outro e os próprios.

É no dia a dia que o relacionamento vai tomando forma. Às vezes, estamos exaustos demais para perceber o quanto a outra parte também ajuda. Claro que existem relações que o problema é muito maior, quando apenas um está disposto a levar adiante. Mas, em convívios saudáveis, a montanha de afazeres acaba nos cegando.


Angela Anagnost-Repke é escritora e decidiu compartilhar algo pessoal, para que uma lição fosse aprendida por ela mesma e consequentemente para todos que lessem. Para o Love What Matters, ela explicou que o casamento a fez perceber que as tarefas domésticas não podem ser vistas como uma competição.

Não há necessidade alguma de somar “pontos” por causa do que se faz em casa. Para viver com alguém, é necessário que veja o casamento como uma equipe.

Ela relata que costumava resmungar muito sobre o tanto de coisa que fazia dentro de casa, dizia que ela era a única que fazia tudo: que varria, limpava os balcões, pias e janelas.


Ao longo dos anos, percebeu que estava prestando atenção mais em si mesma e nos seus feitos domésticos, e deixando de lado o que seu marido fazia. Ela não era a única que se esforçava para que o lar estivesse limpo e agradável. Para que uma casa seja funcional e harmoniosa, é necessário que os dois façam por onde.

Angela disse então que enquanto ela esfregou e limpou o vaso sanitário, seu marido passou a noite tirando vômito do assento do carro. A função de um não anula a do outro.

Ainda conta que não é porque prepara o jantar todas as noites que pode se achar superior a ele, pois a ajuda também vem dele, quando lava a louça e leva o lixo para fora. Casamento é valorizar as pequenas coisas que a outra parte faz, mesmo que seja apenas trocar a pilha do alarme de fumaça.


Se ficarmos ocupados demais anotando os pontos de cada tarefa que foi executada e deixando o outro de lado, perderemos as coisas úteis e que realmente valem a pena.

A vida deixa de ser divertida quando tudo vira competição para mostrar quem é o melhor. Não se trata de marcar pontos, e sim de aprimorar os papéis e perceber que ao seu lado está a melhor pessoa do mundo.

O que achou do relato desta esposa? Concorda com sua visão sobre o casamento?


Comente e compartilhe este texto em suas redes sociais!

Jovem faz procedimento estético caseiro que viu na internet, fica com cicatrizes e temporariamente cega

Artigo Anterior

Thaeme Mariôto fala sobre gravidez na pandemia e revela como lidou com abortos sofridos anteriormente

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.