4min. de leitura

Chega um momento em que a gente cansa de carregar o fardo de problemas que não são nossos

Muitas pessoas não têm coragem de dizer “não” ou de negar ajuda, mas a verdade é que todo mundo cansa de ser responsabilizado pela vida de outra pessoa.



A vida não é simples para ninguém. Não importa onde nascemos, quanto dinheiro temos ou quantas mordomias podemos manter. Os momentos de dificuldade chegam para todos nós, em diferentes áreas, mas sempre com os mesmos objetivos.

No entanto, nem todas as pessoas estão dispostas a enfrentar os próprios problemas. Muitos fazem de tudo para atribuir àqueles ao seu redor a missão de lidar com as suas próprias dificuldades.

Elas dizem que não estão preparadas para enfrentar a realidade e que precisam de ajuda daqueles que as amam, e apesar de ser verdade que quase nunca estamos prontos para a realidade da vida, não podemos fazer com que outras pessoas convivam com um fardo que é só nosso.


As pessoas à nossa volta também possuem casa, trabalho e família. As contas também atrasam e os relacionamentos também passam por tribulações.

Precisamos entender que pedir ajuda é totalmente diferente de entregar nossas questões pessoais para os outros resolverem.

Muitas pessoas não têm coragem de dizer “não” ou de negar ajuda, mas a verdade é que todo mundo cansa de ser responsabilizado pela vida de outra pessoa. Os relacionamentos íntimos servem para compartilhar os problemas e trocar experiências, não para atribuir ao outro responsabilidades que não são deles.

Para preservar nossas relações, precisamos entender que existem limites. Qualquer amizade que não é baseada no respeito e no senso de espaço pessoal não pode prosperar.


Os nossos amigos são nossos companheiros de vida, não nossos pais ou babás. Eles estão por perto para nos apoiar e nos ajudar a levantar de todas as nossas quedas, mas não são responsáveis por consertar os nossos erros ou por arcar com as consequências de nossas atitudes.

Se você é aquele que sempre tem que lidar com a falta de responsabilidade do seu amigo, deve encontrar a maneira certa de falar com ele, explicando o porquê isso não está certo.

Se a outra pessoa realmente valorizar o relacionamento que existe entre vocês, compreenderá as suas palavras com humildade, se achar ruim ou se afastar, agradeça, porque você se livrou de uma dor de cabeça constante.

As amizades são relacionamentos que nos permitem crescer, amadurecer e viver melhor. Nelas, os sentimentos são recíprocos e estamos comprometidos a fortalecer o vínculo a cada dia. Se a sua amizade é unilateral e tóxica, não deve ser do seu interesse.

Não carregue o fardo de problemas que não são seus! Apoie seus amigos mas deixe claro que cada um deve viver a sua própria vida.


Texto escrito com exclusividade para o site O Amor. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.


Direitos autorais da imagem de capa: Pablo Varela/Unsplash.

Você sabia que O Amor está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.