Como aprender a saber dialogar em tempos de ânimos quentes.

6min. de leitura

Em tempos de fervor político em nosso país e com os problemas de crises sociais e individuais, uma simples e eficaz maneira de se relacionar com aqueles mais esquentadinhos devido suas crenças e posicionamentos políticos, onde podem misturar e distorcer assuntos de pouca relevância, até perder consideradas amizades, é assumir uma postura gentil, resiliente e sempre dar-se ao respeito para respeitar as diferentes posições das pessoas.



E isso também pode ajudar em outras formas de relações e sócio-interatividades com nossos semelhantes, seja no ambiente virtual ou no mundo físico e não cair no conflito interminável apenas por acreditar estar certo ou com razão no determinado assunto.

Quantas vezes já ouvimos por aí reclamações ou até mesmo nos deparamos no meio de uma discussão \”chata\”, \”negativa\” e com pouco ou nenhum sentido? Naquele momento onde percebemos e nos perguntamos: \”o que estou fazendo aqui?\” Perdendo tempo? Talvez não!

COMO APRENDER A DIALOGAR  - FOTO 01


Talvez bastaria apenas ter em mente alguns segredos para não ter estes sentimentos em tais momentos e ainda sair deles de forma clássica sem ofender tampouco negativar o meio ao redor e deixando um ensinamento positivo para si e para os outros.

O uso da resiliência se dá quando você tem a capacidade de usar a seu favor momentos negativos, ou ainda estando numa situação desfavorável ser capaz de reconhecer o desfavorecimento e usá-lo a seu favor, usar para que tal ocasião ou situação, de acordo com sua postura e maneira de colocar-se diante dela, seja uma forma onde você seja capaz de sentir-se confortável e direcionar o momento para que você não seja prejudicado, porém ter em mente que isso não significará desfavorecer o outro ou os outros em seu favorecimento.

A maioria das pessoas querem resolver tudo na forma da paixão, do coração, rápido, sem pensar e sem frieza para calcular direito e com pouco ou nenhum equilíbrio emocional e racional. Ser gentil e honesto consigo mesmo, para depois promover isso ao coletivo, também são formas para relacionar-se em ambientes conflitantes devido inúmeras razões provocadas por tais paixões e desequilíbrios.


Porém de nada adiantará se você não fizer e testar isso consigo primeiramente. Para uma pessoa ser gentil e honesta com o coletivo, ela tem que ter isso dentro de si, tem que trabalhar em seu interior essas habilidades e usar essas virtudes ou qualidades sociais consigo primeiramente em seu interior ou íntimo, para que inicie o desenvolvimento do equilíbrio entre emoção e razão. É o mesmo sentido para que uma pessoa seja capaz de amar o próximo, deve-se amar a si primeiro!

Isso também não significa, em hipótese nenhuma, que você deve mimar ou agradar a todos custe o que custar, concordar com tudo o que os outros dizem e afirmam, isso seria ser subserviente e com pouca ou nenhuma tolerância, não é disso que se trata.

Ser gentil, ter a gentileza intelectual com os outros significa você ter abertura para ouvir atentamente, de forma atenciosa postar-se prontificado para ajudar a resolver assuntos onde algumas pessoas têm maiores dificuldades tanto em reconhecê-las quanto em solucioná-las.

Ser gentil e honesto intelectualmente, primeiro consigo para depois com os outros, significa que você conseguiu atingir um estágio de amadurecimento intelectual e emocional onde visualiza suas virtudes e falhas, bem como fica mais fácil identificar isso no seu redor, nas outras pessoas.

Ao atribuir isso em você primeiro, colocar isso em sua mentalidade, treinar isso mentalmente, aceitar o desafio, habilitar-se para desenvolver tais habilidades, você conseguirá desenvolver capacidade suficiente para estar sempre em equilíbrio intelectual e emocional nos momentos onde são mais difíceis ou menos comuns encontrar esse equilíbrio.

Você conseguirá por exemplo deixar para trás posturas passionais, carregadas e exageradas de emoção para usar o discernimento e o equilíbrio em suas posturas e colocações, e o melhor: ajudará as pessoas. Seja em qualquer ambiente em que se encontrar, você conseguirá identificar e reconhecer desfavorecimentos para usá-los a seu favor sem desfavorecer os outros!

COMO APRNDER A DIALOGAR - FOTO 02

Entretanto, sabemos que o respeito a si é uma das grandes chaves para até mesmo evitar momentos em desfavor, evitar entrar em discussões que podem gerar momentos deveras desagradáveis. Porém encontrando-se neles, dar-se e usar o respeito como forma de obter respeito e discernimento do coletivo também é uma grande valia e funciona em todas as ocasiões.

Saber respeitar-se para respeitar o outro, saber ser gentil consigo para poder ter gentileza com o outro, ter honestidade própria para poder ser honesto com o outro e saber reconhecer quando estamos em desfavorecimento para ter equilíbrio e passar a favorecer-se sem rejeitar, negativar ou prejudicar o outro, são algumas formas de desenvolver um bom convívio social, tanto no virtual quanto no físico, naqueles momentos onde os ânimos podem estarem um pouco acima do que poderíamos chamar de \”normal\”, além de ser uma ferramenta de amadurecimento emocional, intelectual e social.

No mais, viver e aprender que somos limitados, mas que o limite pode ser apenas uma questão de imaginação…. Pode depender do tamanho de nossa capacidade de imaginação.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.