publicidade

Como são as 6 fases dos relacionamentos:

Os relacionamentos crescem, evoluem e mudam através de fases muito diferenciadas e definidas.

Conhecer estas etapas traz-nos segurança e tranquilidade na forma de abordar as diferenças e resolver os conflitos ou sentimentos encontrados.



Assim como as pessoas mudam,  crescem e amadurecem, também acontece com os relacionamentos de casal, e identificá-los  ajuda-nos a desfrutar plenamente da relação com a pessoa escolhida.

As diferentes fases das relações de casal são:

1. Paixão

A fase das emoções intensas e fortes desejos de permanecer ao lado da pessoa pelo qual se está apaixonado (a). O desejo e a paixão tornam-se os principais ingredientes desta fase, estimulando a criatividade para surpreender a outra pessoa.

Na paixão toda a atenção e dedicação são aspectos comuns dos apaixonados. Assim, o entendimento e a compreensão estão presentes em seus encontros, sem perceber apenas os aspectos que os distinguem como pessoas diferentes.

Devido à magia do momento, os casais tendem a evitar discussões e conflitos. Portanto, o começo é uma etapa especial e apaixonante, de descoberta do outro, o que gostaríamos que nunca acabasse.



2. Conhecimento

Nesta fase, a paixão dá passagem ao conhecimento mais profundo e íntimo da outra pessoa. E, necessariamente, há a descoberta das diferenças e peculiaridades de ambos.
Cada pessoa, única e singular, começa a mostrar-se como ela realmente é na sua totalidade e autonomia. Cada pessoa começa a partilhar suas experiências pessoais. Já não existe aquela idealização de antes e a relação torna-se real.


3. Convivência

O casal já está acostumado um com o outro, a atenção, principalmente, está agora na projeção de uma vida em comum e em seus projetos. As pessoas decidem partilhar a vida.


O amor do casal é expresso de forma mais afetiva, respeitadora e com a compreensão de uma vida em comum. Podem surgir diferenças na forma de resolver os conflitos e será necessária a busca de acordos e negociações.


4. Afirmação

Após um tempo de convivência, de desejar partilhar tudo, surgem as necessidades individuais e a defesa das mesmas. É tempo de pensar em fazer atividades separadas, respeitando a ligação e o compromisso estabelecidos no casal. Nesta fase podem surgir conflitos devido a algumas crises pessoais não resolvidas.

É como um reencontro consigo mesmo depois de ter estado uma temporada centrada nos outros e na relação do casal. Ao surgir de novo as necessidades individuais, cada um dos dos dois decide se concentrar em si mesmo, pelo menos durante alguns momentos.


5. Crescimento

Até aqui, o casal decide aprofundar a sua relação, que se torna mais madura e estável. É tempo de tomar decisões como a de iniciar projetos em comum como começar uma família. É uma etapa cheia de emoção e entusiasmo por compartilhar o que ambos decidiram criar. Por continuar a construir entre os dois o seu futuro.


6. Adaptação

A vida segue, e como mudanças acontecem, o casal se adapta a elas. A vida a dois requer maturidade. É um momento para o casal de consolidação ou ruptura, uma vez que questionam uma escala de valores pessoais. Surgem novos interesses devido às mudanças, como a independência dos filhos, uma reforma, doenças, etc.

Pode ser uma etapa de re-encontro, uma vez que as exigências, responsabilidades e encargos da vida são menores, e podemos voltar a concentrar-nos como casal, para compartilhar novos projetos, assim como foi no início da relação.

__________

Traduzido pela equipe de O Segredo  Fonte: Facebook

Direitos autorais da imagem de capa: puhhha / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Amor e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Amor. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.