“eu só quero que ele/ela seja feliz”. Será mesmo?

3min. de leitura

Quantas vezes a gente fala sem pensar o tão famoso e inocente: “Eu só quero que o outro seja feliz!” ?



Quando alguém me diz isso, geralmente antes dessa inocente frase, ela estava me contando sobre algum problema com alguém… e que tudo que ela queria que essa pessoa simplesmente fosse feliz.

Ai eu pergunto: Bom e se ser feliz para esta pessoa neste momento é não falar com você?E se se ser feliz neste momento para ela é estar longe de você? E se ser feliz para esta pessoa é fazer exatamente aquilo que mais te tira do sério?  E se ser feliz é não seguir o seu conselho de felicidade? E se ser feliz para ela é seguir com seu erro? E se ser feliz para ela é não te perdoar?

As vezes, neste momento é isso que faz esta pessoa feliz… mas será que conseguimos aceitar isto?!


Até onde queremos que o outro só seja feliz? Até onde sabemos o que é felicidade para o outro? Até onde sabemos o que o outro precisa escolher e experienciar para ter o crescimento que precisa?

O primeiro sinal que SÓ queremos que o outro seja SÓ feliz é quando estamos feliz POR TUDO QUE ESTÁ PESSOA É NESTE MOMENTO. Sem julgamento, sem resistências… amor sem condições… incondicional.  Isso significa respeitar a escolha do outro, o seu espaço, o seu livre-arbítrio.

Você SÓ quer que alguém seja feliz quando permite que ela experiencie sua vida e as consequências livremente. Pois a história dela, é dela… é sobre a Jornada da Alma dela…Não estamos aqui para privar ou impedir ninguém de viver nada. Se você não deseja sofrimento, não perdão, etc para ninguém… comece por você! Comece por você não sofrendo pelo outro, comece você perdoando e aceitando a escolha do outro.


Quer mudar o o outro e o mundo? Mude! Quando nós mudamos, nós mudamos todo mundo porque nós somos uma coisa só.

Mude tudo. Mude você. Escolhe de novo. Escolhe Amor.

Beijos no coração, Ariana.

 

_____

Fonte: Escrito por Ariana via Tudo Energia

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.