Não mendigo mais afetos, fica do meu lado quem quer

Por muito tempo da minha vida, eu fiz questão de manter algumas pessoas do meu lado, porque acreditava que ao lado delas seria mais feliz e completa.

Eu investi em relacionamentos unilaterais e em amizades tóxicas, sem me dar conta do grande mal que fazia a mim mesma.

Eu sempre fui de demonstrar sentimentos, gostava que as pessoas soubessem que eram amadas por mim e que podiam contar comigo em todos os momentos. Queria ser o ombro amigo, aquele que estenderia a mão para levantar os caídos. Ajudar sempre foi algo que me fez muito bem e deu significado à minha vida.

No entanto, em determinado momento, eu percebi um grande desequilíbrio entre o que eu fazia e aquilo que recebia de volta.

Não que eu esperasse retribuições de minhas atitudes, mas um pouco de carinho e consideração são muito reconfortantes para qualquer um.

Ao analisar o porquê isso estava acontecendo, percebi que muitas vezes era mais minha culpa do que das pessoas em minha vida. Eu mendigava muito afeto, deixava a minha própria vida de lado, muitas vezes, para socorrer pessoas que nem mesmo se importavam comigo, tudo isso para poder mostrar que era digna de estar em suas vidas, de receber amor, atenção e de ser aceita em seus grupos.

Fazia isso porque me sentia insegura comigo mesma, insatisfeita com onde estava e pensava que a solução seria mudar as minhas companhias, pois deveria conquistá-las com um esforço descomunal, que acabava por não me trazer nada além de decepções e solidão.

No entanto, depois de ter meu coração partido muitas vezes, eu finalmente aprendi a lição.

Agora não insisto mais para ninguém ficar em minha vida, não mendigo mais amor, atenção, cuidado, aprendi a prover para mim mesma tudo o que preciso para ser feliz e viver bem.

Hoje, eu sei a pessoa incrível que sou e tudo o que tenho para conquistar pela frente. Sei que tenho meu valor e não preciso implorar por atenção. Então, fica na minha vida quem quer, quem deseja estar perto de mim e compartilhar sua história ao meu lado, as portas sempre estarão abertas. Mas não faço mais questão nenhuma de ter ao meu lado quem não quer estar.

Quando mendigamos o amor alheio, condenamos nossa própria felicidade. Devemos ser felizes e gratos pelo que temos, e não infelizes por aquilo que não podemos ter.

É apenas através do amor-próprio e da gratidão que descobrimos que uma vida melhor sempre começa dentro de nós mesmos.

Então, ao invés de mendigar afeto de outras pessoas, ame mais a si mesmo e trabalhe em direção à vida que você deseja viver. Dessa maneira, começará naturalmente a atrair as companhias certas para o seu caminho.


Texto escrito com exclusividade para o site O Amor. É proibida a divulgação desse material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.


Direitos autorais da imagem de capa: Bruce Mars/Pexels.




Deixe seu comentário