Relacionamentos

Não tenha medo de correr riscos e amar novamente. Dê-se uma segunda chance!

Não tenha medo de correr riscos e amar novamente se dê uma segunda chance

Devemos esquecer os traumas do passado e acreditar que dar uma chance para o amor pode ser a melhor forma de curar o nosso coração.



Nem sempre uma história de amor é feita para durar e, quando chega ao fim, deixa marcas na gente, sejam elas boas ou ruins. Mesmo que não saibamos exatamente por que não deu certo, seguimos e tentamos levar conosco o que ficou de bom: as boas lembranças, os encontros, as noites de gargalhadas e muito diversão…

Mas se essa história chegou ao fim, possivelmente, é porque alguns desafios e problemas levaram a isso, quem sabe o ciúme, o comportamento explosivo do parceiro, a sua arrogância… O fato é que talvez esses traumas não sumam de uma hora para outra e, assim como as boas lembranças, fiquem ali, à espreita.

Mesmo que tentemos esquecê-los, eles nos paralisam, principalmente quando nos vemos diante da possibilidade de nos aventurar em um novo relacionamento. Acabamos com medo de conhecer outro alguém que também parta o nosso coração.


Não há nada de estranho nesse temor, depois de enfrentar uma separação dolorosa, mas você não pode deixar o medo tomar conta de si. Amar é correr riscos!

O medo é uma das armas mais poderosas do Universo, mas ele também pode nos enganar. Ele é capaz de impedir nosso próximo passo em busca da realização dos nossos sonhos e até mesmo confiar naquelas pessoas que só desejam o nosso bem.

É natural termos certo receio quanto a nos dar uma nova chance, mas nos esconder do amor pode acabar nos machucando e machucando quem estiver conosco. Se queremos nos curar das feridas do passado, não há nada de errado em deixar que outra pessoa nos ajude nesse processo.

Tudo bem, o tempo também é um poderoso remédio para o nosso coração, mas não devemos recusar soluções alternativas eficazes.


Mais cedo ou mais tarde, o amor vai nos alcançar mais uma vez, isso é inevitável. Afinal, fomos criados para amar e ser amados. Sentir-se vulnerável quando se está prestes a embarcar em uma nova aventura amorosa é normal, caso contrário, não valeria a pena.

Precisamos estar dispostos a abrir o nosso coração novamente e permitir que a outra pessoa conheça o nosso verdadeiro “eu”.

Ame, corra riscos, confie, sinta, encare, tente novamente, mas nunca deixe que o medo o impeça de abrir o coração para uma pessoa que demonstra estar pronta para fazer esse sacrifício por você.

Lembre-se: o outro pode ter passado pelos mesmos problemas que você, mas se ele está disposto a encarar todos esses traumas, é porque realmente gosta de você.


É assustador correr riscos, mas a sensação de superar o próprio medo e alcançar novas experiência, sentimentos é simplesmente indescritível, especialmente quando o superamos por amor.

 

Texto escrito com exclusividade para o site O Amor. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos. Direitos autorais da imagem de capa: Wesner Rodrigues/Pexels.


É isso que uma mulher de 40 anos busca em um parceiro!

Artigo Anterior

Orar por quem você ama é uma das maiores demonstrações de amor existentes!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.