Por que é importante ser um empata?

7min. de leitura

Walt Whitman explicou empatia desta forma:



“Eu não pergunto à pessoa ferida como ela se sente, eu me torno a pessoa ferida.”

A empatia é a capacidade de imaginar “Como é SER eles”?

Simpatia

Uma pessoa no nível do ego sente simpatia pelos outros. Quando vê alguém em sofrimento emocional, pode ou não reconhecer a dor como algo que já experimentou antes. Se não reconhecer a dor, ela pode julgar e dizer que a pessoa está “fingindo”, “tornando-se”, “apenas tentando chamar a atenção”, ou alguma outra declaração de rejeição. Se ela reconhecer a dor como algo que já experimentou antes, pode se assustar.


Ela não quer reviver essa experiência de dor novamente. Há um pequeno pensamento escondido nas profundezas que diz: “Ainda bem que está acontecendo com ela/ele e não comigo.” A simpatia é uma mistura de tristeza por si mesmo com tristeza pelo outro. Ela só se conecta parcialmente com a outra pessoa, porque o objetivo é manter alguma distância entre a dor do outro e a sua. Simpatia é autoproteção velada no cuidado. Parece que o foco é como cuidar da outra pessoa, mas na verdade, simpatia está focada nas necessidades do próprio “eu”.


Empatia

Uma pessoa no nível do coração sente empatia pelos outros. O fato de ter ou não ter experimentando a dor de seu próximo é irrelevante para sua capacidade de reconhecê-la e atendê-la.

Ela é capaz de colocar-se no lugar da outra pessoa. A pessoa capaz de sentir empatia não está preocupada consigo mesma, mas com a experiência do outro.


Ela não tem medo de sentir sua própria dor, e, portanto, não tem medo de sentir a da outra pessoa. O objetivo da empatia é ver, sentir e conhecer a experiência da outra pessoa, independente da sua.


O que é um empata?

Uma pessoa que vive no nível do coração é capaz de amar com empatia. Neste estado de evolução espiritual, é capaz de ver que os outros são iguais a si em todos os sentidos. Ela vê que os sentimentos de outras pessoas são tão válidos quanto os seus.

Ela vê que suas percepções são igualmente válidas (mesmo se diferem de sua própria). Vê que as necessidades dos outros são igualmente importantes. Entende que ninguém está certo e ninguém está errado. Entende que o sofrimento humano merece compaixão, não importam as razões, as causas ou condições.

Ser um empata deve ser visto como um salto na consciência evolutiva da alma. A diferença entre uma pessoa que vive no estado de ego, com uma pessoa que vive no estado do amor é uma mudança qualitativa no “insight”.

Empatas geralmente têm seu próprio conjunto de desafios. Porque não têm medo de sentir o sofrimento humano, o sentem em TODOS OS LUGARES. Pense em um empata como uma antena super-sintonizada, que capta milhares de radiofrequências dia e noite. Um empata enfrenta a tarefa de aprendizagem – não como ser mais sintonizado – mas como filtrar os sinais que recebe. Ele deve aprender discernimento, se quiser manter sua própria sanidade.


Ajuda

Empatas sentem o sofrimento dos outros, portanto geralmente têm um forte desejo de ajudar. Alguns empatas desenvolvem um desejo de tirar o sofrimento dos outros.

Você pode ter ouvido falar de uma coisinha chamada livre arbítrio. Livre-Arbítrio é a primeira, e mais importante lei do universo. Isso significa que cada indivíduo tem o direito de aprender e crescer no seu próprio ritmo e em seu próprio caminho. É o direito de cada pessoa de aprender suas próprias lições … e a forma como os seres humanos aprendem é através da dor.

Seria uma infração à lei do livre-arbítrio um curandeiro tentar tirar algo de uma pessoa. Empatas têm a capacidade de compreender e orientar uma pessoa em direção a um lugar melhor … mas não têm permissão para remover ou absorver o sofrimento de outra pessoa.

Mesmo que fosse admissível que empatas tomassem o sofrimento de alguém para si próprios, não seria realmente possível. Alguma vez você já foi a uma sessão de cura, onde o curador balançou suas mãos e magicamente “removeu” uma escuridão de seu ser? Pode ter dito-lhe que estava curado.

Seja honestos aqui – a dor voltou? Eu aposto meu dinheiro que voltou. A razão é que não podemos fugir da nossa própria aprendizagem cármica. Não é possível tirar o processo de aprendizagem de alguém através de suas lutas. Ou os seres humanos trabalham para aprenderem suas lições, ou permanecem na dor. Não há outra saída.

Quando um empata tenta absorver a dor ou processo de outra pessoa através de seu próprio ser, ele pode ferir o auxiliar. Abrir um campo para assumir a energia do outro pode drenar a sua energia vital e danificar o corpo de energia. Temos de manter um grande cuidado por nós mesmos se quisermos ter alguma chance de ajudar o mundo.

O ponto não é tentar corrigir o sofrimento dos outros.

É simplesmente estar com eles em sua angústia e apontar para uma forma mais saudável.

A empatia no nível do Coração é um sinal de maturidade espiritual. Empatia significa que nós percebemos que somos todos igualmente importantes. Sua dor. Minha dor. A dor deles. Todos importamos de forma igual.

Vá em frente e ame !

 

___

Traduzido pela equipe de O Segredo

Fonte: Spirit Science

 

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.