Quando se trata de amor, você deve estar pronto para dar o máximo de si

4min. de leitura

Amor exige entrega, dedicação e o máximo de comprometimento em fazer o outro feliz dia após dia.



Amor pela metade não dá frutos, não traz leveza e muito menos felicidade. O amor exige comprometimento, dedicação e responsabilidade afetiva com o outro. Caso não tenha segurança sobre o que você sente, não se aventure em vão. Quando se trata de amor, você deve estar pronto para dar o máximo de si em nome do próprio bem-estar mas, principalmente, pela alegria de quem faz o seu coração bater mais forte.

Nunca é fácil lidar com os relacionamentos e nem sempre eles surgem assim, do nada, à primeira vista. As relações exigem um investimento considerável de forças, tempo e energia – de ambos os lados. Quando se trata de amor, você deve estar preparado para se colocar no lugar de um parceiro e olhar o mundo através dos olhos dele. Deve estar pronto para aceitá-lo como ele é, entendê-lo e tentar mudar só aquilo que você sabe que será melhor para ele.

Amor também é sinônimo de reciprocidade de tempo e comprometimento.


Esse sentimento é como a obra de um prédio, que é construído dia após dia, para dar morada a duas almas que querem ficar juntas para sempre.

Caso não haja essa troca de carinho e afeto, essa história pode acabar muito antes do que você imagina.

Nenhuma relação vem com um manual de instruções, onde você descobre quais atitudes deve tomar, o quanto deve se comprometer e se dedicar ao outro. Cada romance tem sua peculiaridade, e a verdade é que não há fórmula exata para o amor. A única certeza é que ele só é pleno, intenso e duradouro, quando o foco de duas pessoas é a felicidade uma da outra diariamente.

Relacionamentos são construídos com base na aceitação e na compreensão mútuas. Se você realmente ama alguém, não deve se apegar à sua coleção de erros, deficiências e imperfeições, mas sim à verdadeira beleza por trás da sua alma. Amar alguém não é simplesmente aprender a aceitar a imperfeição de uma outra pessoa, mas sim saber respeitar as suas diferenças, e tentar mudar só aquilo que fará bem para o casal.


Quando amar alguém, jogue-se de cabeça, mesmo que seja arriscado. A base de um relacionamento feliz é a confiança e a vontade mútua de se comprometer.

Você deve estar ao lado de alguém que o complemente, entenda e aceite do jeito que você é.

Se por acaso essa história não der certo, não se julgue, muito menos se arrependa. Não é vergonha nenhuma amar demais. Amanhã será um novo dia e, se puder, ame de novo e em dobro.

 

Texto escrito com exclusividade para o site O Amor. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.