Quando você ama alguém de verdade, você respeita o seu tempo, espaço e liberdade

4min. de leitura

Ninguém é obrigado a suprir as expectativas de ninguém, cada um tem a sua liberdade, o seu modo de levar a vida, e cabe a todos nós respeitar essa condição. 



Quando você ama alguém de verdade, você deve aprender a respeitá-lo do jeito que ele é. Não é certo você tentar convencer as pessoas que estão à sua volta a serem como você, terem os mesmos gostos, os mesmos hábitos.

Cada um de nós é diferente e rico à sua maneira, e não cabe a ninguém tentar mudar uns aos outros, mas sim aprender a conviver. Devemos buscar características em comum e assim estabelecer vínculos ainda mais fortes e sinceros de carinho e afeto.

Desde muito pequenos, fomos criados numa sociedade que insiste em jogar nas nossas costas as expectativas do mundo. Muitos pais ainda tentam fazer o filho seguir a mesma carreira que ele ou ter as mesmas preferências, sem nem sequer ouvir quais são os seus gostos, sem nem ao menos perguntar se era por determinado caminho que o filho gostaria de seguir.


No amor, essa situação se repete. Quantos relacionamentos já não chegaram ao fim porque os casais não partilham das mesmas ideias, por um não aceitar o domínio do outro sobre a sua vida? Vários!

Só podemos ser realmente felizes quando aprendemos a viver em comunhão, pois são as relações que estabelecemos ao longo da vida que nos motivam. É aos nossos pais, aos nossos amores, às pessoas importantes do nosso dia a dia que dedicamos todas as nossas conquistas, por isso devemos aceitá-las do jeito que elas são e também entender que elas são diferentes entre si. Cada uma tem um jeito de pensar, de agir, de viver.

Não podemos obrigá-las a serem o que queremos e, felizmente, também não podemos obrigá-las a permanecerem ao nosso lado para sempre. Somos todos livres, se o seu amor, por exemplo, decidiu ir embora, deixe-o ir. Por mais dolorido que seja, não “force a barra”. Antes essa pessoa ser honesta com você e dizer por que já não se sente mais completa em um relacionamento do que trair você, ser desleal. Se for para ela voltar, o destino se encarregará dessa missão.

O mesmo vale para a família, para os amigos. Não tente uma reaproximação com aquele familiar que, por algum motivo, se magoou com você.


Se aquele seu “melhor amigo” já não faz mais questão da sua presença, não atende às suas ligações ou responde às suas mensagens, é porque não era tão bom assim.

Respeite o tempo, o espaço e a liberdade de cada um e deixe que o destino se encarregue de manter ao seu lado apenas quem realmente faz bem à sua vida.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.