Por maior que seja a dor do fim, não há nada que um recomeço não cure

4min. de leitura

“O fim machuca, mas o recomeço cura!”



Nem sempre é fácil aceitar quando alguma coisa em nossas vidas termina. Não somos ensinados a perder, a recomeçar em uma realidade totalmente nova. Portanto, quando precisamos abrir mão de uma fase, de um sentimento ou de uma pessoa que esteve conosco por tanto tempo, ficamos revoltados e perdidos, sem saber como fazer para seguir em frente sem essa parte tão importante de nós.

Enxergamos os fins como coisas ruins, como indicações de que falhamos, de que não tivemos resiliência e força suficientes para levar algo adiante. Não paramos para refletir que muitas vezes os fins são necessários para que possamos encontrar o nosso caminho verdadeiro, aquele que nos levará a uma realidade feliz de fato.

Nossas vidas são feitas de ciclos. Em algum momento teremos que deixar algumas coisas para trás, porque não pertencem mais à nossa história, nem nos trarão o que precisamos para seguir em frente.


Isso pode doer, especialmente quando não nos sentimos preparados para uma nova fase, mas por maior que seja a dor do fim, não há nada que um recomeço não cure.

O recomeço é uma nova chance que a vida nos dá, uma oportunidade de corrigirmos nossos erros e nos curarmos, vivendo com propósito e intenção, fazendo com que cada novo dia valha a pena.

Através dos recomeços, somos capazes de enxergar todas as coisas que antes não nos traziam alegria e corrigir nossos erros para que essa nova fase seja conduzida da melhor maneira possível.

Os recomeços nos fortalecem, capacitam e nos preparam para receber o melhor que a vida tem para nós, porque apenas as pessoas que já passaram pela dor do recomeço estão preparadas para receber as oportunidades mais especiais da vida.


No começo não é fácil, as dores dos fins ainda estão muito vivas em nossos corações e acreditamos que não seremos mais as mesmas pessoas, mas é tudo uma questão de tempo.

As feridas que hoje parecem insuportáveis logo serão substituídas pela alegria e esperança de encontrar um lado novo da vida, com muito mais oportunidades de sermos felizes.

Não há dores que os recomeços não curem, porque eles são a prova viva de que tudo na vida passa, e só permanece conosco o que realmente foi feito para nós. Portanto, não tenha medo de encerrar os ciclos, porque é apenas através das mudanças que você poderá encontrar o que realmente procura.

Flua com a vida, não lute contra ela. Lembre-se de que os fins podem até doer, mas a alegria do recomeço fará tudo valer a pena!


Texto escrito com exclusividade para o site O Amor. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.


Direitos autorais da imagem de capa: Mateus Campos Felipe/Unsplash.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.