Testes

Teste de falsidade: diga o que você viu primeiro e te responderemos quão fingido você é!

Teste de falsidade

Algumas pessoas se utilizam desse artifício para se safar de certas situações

Um mar de sentimentos, isso é o que geralmente sentimos no dia a dia, ficamos horas pensando em tomar uma decisão e em cada um dos seus detalhes, bem como nas chances de dar certo ou errado. Essas incertezas revelam traços da personalidade, que pode ser positiva ou negativa.

Alguns testes costumam clarear nossas ideias e nos mostrar coisas que nem imaginávamos sobre nós mesmos, por exemplo, algumas características que costumam ser perceptíveis para algumas pessoas, menos para nós mesmos.

A pessoa fingida é aquela que costuma ter atitudes consideradas contraditórias, fala uma coisa e faz outra, uma pessoa que constantemente falta com lealdade e principalmente fere a confiança alheia. Ela tem mania de mentir sobre acontecimentos e conquistas e distorcer a realidade em prol do agrado alheio.

Os fingidos amam receber atenção, fazem tudo o que for preciso para serem vistos em uma festa ou reunião familiar. Eles são os famosos “Maria vai com as outras” e só gostam de quem lhes ofereça benefícios, sem jamais se preocupar com o grupo.

Simpatia? Só quando precisam de algo, daí usam e abusam da boa lábia para atingir o que desejam e, caso isso não aconteça, escolhem a próxima vítima. Não lhes conte segredos, porque provavelmente no dia seguinte outras pessoas estarão sabendo.

Este teste em particular vai revelar o seu nível de fingimento, como você se comporta no seu ciclo social e como andam suas atitudes com amigos e colegas de trabalho. A imagem usada é de Octavio Ocampo, artista conhecido por criar ilusões de óptica por meio de figuras que se fundem numa só quando vistas a certa distância.

Observe a imagem com atenção e identifique a primeira que conseguir enxergar. Analise bem antes de conferir o resultado.

(Para cego ver: a imagem conta com vários elementos sobrepostos, porém apenas duas figuras são possíveis de ser identificadas: um homem usando chapéu, segurando uma tocha e um castelo ao fundo. A outra figura é uma face feminina, com os olhos baixos, semelhante a uma santa com véu azul).

Se você viu primeiro….

… o homem com o castelo

Se você identificou primeiramente o homem com o castelo, pode ser alto o seu grau de fingimento. Você costuma mentir, sempre busca saídas e situações para se sobressair, odeia a derrota e prefere ter a vitória de forma fácil e com pouco esforço. Lembre-se que tudo é passageiro, não perca seu tempo tentando gostar de ritmos musicais ou de certas pessoas apenas para viver em boa vizinhança.

Tenha cuidado com as suas palavras, elas carregam um peso enorme e sempre podem machucar alguém sensível, fale menos e escute mais, não invente histórias para se safar de algumas situações, enfim, tente ser honesto o tempo todo, essa é sempre a melhor saída.

… a mulher

Pura e verdadeira, provavelmente você não costuma usar situações falsas a seu favor, prefere a verdade e suas consequências. Por falar a verdade na cara, não é de muitos amigos, pois prefere ter poucos, mas verdadeiros e leais.

Finge alguma situação somente para escapar de enrascadas ou provocar certas pessoas, sabe usar com perfeição o dom do fingimento, deixando-o apenas para os momentos certos. Detesta mentiras, por isso sabe reconhecê-las rapidamente, tirando a máscara do envolvido e expondo a situação para todos.

Reconhece sinais e é sempre aquela pessoa que no final diz: “Eu te avisei”. Suas habilidades são ótimas, de vez em quando as usa como armas mortais, mas sempre pensando em si próprio.

Caso seu resultado tenha sido negativo, não desanime, busque mudar algumas atitudes e rever seus conceitos. Devemos ser a nossa melhor versão. Aprenda com pessoas que você admira, use seu poder de análise e aprenda a lidar com seus conflitos internos. Caso não consiga com a ajuda dos colegas, busque ajuda profissional.

0 %